Greve dos bancários pode terminar na terça-feira

Em reunião na sexta-feira, no segundo dia de negociações, o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) chegaram a um…

Em reunião na sexta-feira, no segundo dia de negociações, o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) chegaram a um acordo a respeito das reivindicações da categoria.

A última proposta da Fenaban foi de um reajuste de 9% em salários e Participação de Lucros e Resultados, além ainda de aumento de 12% no piso dos bancários. A reinvindicação dos trabalhadores era de 12,8% de reajuste e com o aceito da proposta inicial obtiveram o aumento real de 1,2%.

Apesar do acordo, ainda cabe aos sindicatos de cada estado fazer assembleias para tomar uma decisão. O Comando Nacional estima que elas deverão ser feitas entre segunda e quarta-feira, porém a maioria deve realiza-la ainda na segunda. A recomendação do comando será que de os sindicatos concordem com a volta ao trabalho na terça.

Segundo dados do portal G1, até sexta-feira, 9.254 agências de bancos públicos e privados tiveram seus serviços afetados. Este número é equivalente a 46,1% das 20.073 agências em todo o Brasil.

Top