Gravidez fora do útero: o que é, causas

Algumas mulheres já passaram pela tristeza de ter uma gravidez fora do útero. Especialistas nomeiam esse problema como gravidez ectópica e tem como sinônimo,…

Algumas mulheres já passaram pela tristeza de ter uma gravidez fora do útero. Especialistas nomeiam esse problema como gravidez ectópica e tem como sinônimo, uma gravidez anormal. Conheça abaixo o que é e quais as causas de gravidez fora do útero.

São diversas as causas de gravidez ectópica. (Foto: divulgação)

Definição de gravidez ectópica

A gravidez ectópica ou gravidez tubária é um tipo de gravidez que ocorre fora do útero. Como consequência, o bebê não consegue sobreviver, muito menos se desenvolver nesse tipo de gestação.

Local mais comum de gravidez ectópica

A gravidez ectópica ocorre quando a gestação tem início fora do útero. Geralmente, o local que ocorre o desenvolvimento desse tipo de gestação é dentro das tubas uterinas. Esse caminho é percorrido pelos óvulos, para alcançarem o útero para uma posterior fecundação. Em casos mais raros, a gravidez também pode se desenvolver no ovário, no estômago e no colo do útero.

Causas de gravidez ectópica

Segundo especialistas, a gestação fora do útero do útero ocorre quando existem alguns fatores que impedem ou retardam a movimentação do óvulo até a cavidade uterina. Isso pode ter como fatores um bloqueio físico (por exemplo, uma cicatriz) ou mesmo problemas hormonais. Saiba mais sobre outras causas:

  • Gravidez prévia;
  • Infecção nas tubas uterinas;
  • Cirurgias nas tubas uterinas;
  • Anomalias (malformações) nas tubas uterinas;
  • Endometriose;
  • Idade superior a 35 anos;
  • Múltiplos parceiros sexuais;
  • Fertilização artificial.

    A gravidez fora do útero é um problema que necessita de atenção especial. (Foto: divulgação)

Quadro clínico da gravidez ectópica

Uma mulher que desenvolve uma gravidez fora do útero pode apresentar diversos sinais e sintomas. Conheça abaixo as manifestações clínicas da gravidez ectópica.

  • Sangramento vaginal anormal;
  • Falta de ciclo menstrual;
  • Sensibilidade nos seios;
  • Dor lombar;
  • Cólica;
  • Náusea;
  • Dor na região pélvica.
Leia Também:  Os benefícios do banho de ofurô

Tratamento para gravidez ectópica

É importante ressaltar que a gravidez ectópica não pode ser mantida até o parto. Dessa forma, a gestação deve ser interrompida o quanto antes, de modo a não colocar a vida da mulher em risco. Em alguns casos, a região em que a gestação está ocorrendo, se rompe, sendo necessário buscar a ajuda de um profissional com emergência. Diante desse quadro, o profissional pode iniciar um tratamento mais agressivo, visando salvar a vida da paciente.

O local mais comum da gravidez ectópica é nas tubas uterinas. (Foto: divulgação)

A gravidez fora do útero é um problema grave e que deve ser diagnosticado e tratado, precocemente. Quando isso não ocorre, pode colocar em risco a vida da mulher, podendo, em alguns casos, ser fatal! Assim, diante de sinais e sintomas de gravidez ectópica, busque a orientação de um especialista e previna futuras consequências.

Top