Governo anuncia aumento de imposto sobre a folha de pagamentos

Governo anuncia aumento de imposto sobre a folha de pagamentos e isso começa a preocupar os empregadores. O governo federal fez uma publicação de…

Governo anuncia aumento de imposto sobre a folha de pagamentos e isso começa a preocupar os empregadores. O governo federal fez uma publicação de uma medida que na prática diminui a desoneração da folha de pagamentos das companhias, que estava em vigor desde 2011 e diminuía os gastos com a mão de obra e estimular a economia local. Na prática ficou assim: quem desembolsava uma alíquota de 1% de contribuição previdenciária calculada com base na receita bruta passa agora a pagar 2,5%. Quem possui no calculo alíquota de 2% vai pagar 4,5%.

Governo anuncia aumento de imposto sobre a folha de pagamentos (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Prodesp Folha De Pagamento

Governo anuncia aumento de imposto sobre a folha de pagamentos 

Governo anuncia aumento de imposto sobre a folha de pagamentos e isso pode ocasionar uma demissão em massa em muitos setores. A Medida Provisória 669 foi divulgada por meio de uma publicação realizada oficialmente nessa sexta-feira (27 de fevereiro) no Diário Oficial da União. Essa medida é mais uma das muitas aplicadas na tentativa de equilibrara as copntas públicas, que estão com problemas e não fecham.

Desemprego pode aumentar (Foto: Divulgação)

Diminuição de benefícios tributários

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, falou em diminuição ode benefícios tributários e não de extinção deles. “Essa brincadeira [desoneração da folha] nos custa R$ 25 bilhões por ano e vários estudos nos mostram que isso não tem protegido o emprego. Tem que saber ajustar quando não está dando resultado. Não deu os resultados que se imaginava e se mostrou extremamente caro]”, explicou.

Saiba mais informações sobre: Tabela Inss 2015 Calendário De Pagamentos

 

Cuidado para não ficar sem emprego (Foto: Divulgação)

Defesa do equilíbrio das contas públicas

Joaquim Levy vem defendendo em diversas ocasiões o equilíbrio maior das contas públicas. Os economistas acusam o governo de ter erado na economia nos últimos quatro anos e agora estão precisando cobrir rombos. Com medidas que pareciam aquecer a economia, mas que na verdade somente mascarava a realidade, com um endividamento populacional e sem nada sólido que mostrasse um crescimento econômico, o Brasil agora passa por uma estagnação econômica.

Cuidado com odesemprego em 2015 (Foto: Divulgação)

Desemprego pode aumentar em 2015

E não adianta tentar negar, pois o desemprego vai mesmo pegar no Brasil. As pessoas estão com medo desse enorme crise que assola a economia, onde taxas e juros somente aumenta, e com isso, é necessário dar uma parada nos gastos e as demissões acontecerão. Por isso, tenha cautela com os gastos nesse ano.

Leia Também:  BNDES Financiamentos: Micro Empresa, Caminhões, Pessoa Física

 

Top