5 dicas para melhorar a gestão financeira de seu negócio

Lucas 09/05/2022 Notícias

Fazer a gestão financeira de uma empresa pode parecer uma tarefa muito complicada. Organizar todos os recebimentos, pagamentos, contratações e contas no meio do dia a dia realmente é bastante coisa, principalmente para quem está começando e não conta com uma equipe especializada.

gestao financeira para negocios

Mas como manter uma companhia funcionando sem ter controle das entradas e saídas do caixa? Entender as fontes de receita e quais são as despesas é o único caminho para fazer a empresa crescer.

Começar esse trabalho o quanto antes é a melhor opção para deixar todas as contas organizadas e criar rotinas que possibilitem um bom controle financeiro.

Nesse artigo vamos te dar 5 dicas de como melhorar essa organização financeira da sua empresa.

O que é gestão financeira empresarial e qual a sua importância?

O primeiro passo é entender o que é de fato gestão financeira. Esse conceito está ligado a todas as atividades relacionadas ao planejamento, análise e controle dos recursos financeiros da empresa.

Conhecer todas as receitas, despesas, tributos, dívidas e investimentos, acompanhar de perto o fluxo de caixa, saber quando recorrer a linhas de crédito. Tudo o que está relacionado a como é utilizado o dinheiro do seu negócio faz parte dessa gestão.

Fazer uma gestão financeira de forma correta é o que garante que a sua companhia tem chances de crescer. É muito comum vermos pessoas que empreendem e tem que fechar o negócio por falta de lucratividade. 

A única forma de evitar que isso aconteça com uma empresa é fazer o controle financeiro. Um erro comum, por exemplo, é a empresa se apegar apenas no faturamento, deixando de lado o controle dos gastos. 

Ficar totalmente focado nas economias e não fazer nenhum investimento que possibilitaria um aumento de demanda, é outro exemplo de gestão mal feita.

Por isso, essa deve ser uma das prioridades para quem empreende.

5 dicas para uma gestão financeira eficiente

Já deu para perceber a importância de gerenciar corretamente as finanças da sua empresa, certo? O lado positivo é que esse é um trabalho que qualquer empresa pode fazer. 

Abaixo separamos algumas dicas de como facilitar esse processo para a sua companhia.

Planejamento financeiro

A melhor forma de começar a desenvolver um controle financeiro para a sua empresa é elaborar um planejamento estratégico.

Para isso, o primeiro passo é conhecer a situação atual da empresa:

  • Faça um levantamento de todas as receitas dos últimos meses
  • Liste e classifique todos os gastos
  • Análise o mercado em que a empresa está inserida e os concorrentes

Com esses dados em mãos será possível partir para o próximo passo: definir objetivos e metas para o próximo período. Para isso é importante considerar os dados levantados anteriormente. As metas devem ser sempre desafiadoras mas também possíveis de alcançar.

Com objetivos definidos, basta traçar um plano de ação, ou seja, as tarefas que devem ser realizadas pelo time para chegar às metas. 

É fundamental também lembrar que o planejamento não é nada que deve ser feito uma vez e esquecido. Defina métricas de acompanhamento para verificar se as ações tomadas estão levando a empresa no caminho certo. 

Dependendo do caso, é importante revisar este documento para ajustar o plano ao longo do tempo.

Orçamento empresarial

O orçamento financeiro empresarial é uma parte importante do planejamento. É nesse documento que devem constar todas as contas da empresa e as metas financeiras para realizar o plano definido.

Com um orçamento bem feito é possível visualizar a saúde financeira da empresa de forma global e também detalhada. Fazendo um acompanhamento rigoroso desse orçamento você poderá entender quais custos podem ser cortados e onde é preciso investir mais dinheiro, por exemplo.

Análise das contas

Ao fazer o orçamento da sua empresa você irá se deparar com todas as contas que a companhia tem que pagar. É através da análise desses gastos que será possível definir quais são as prioridades financeiras da empresa e assim ter mais facilidade ao tomar a decisão de cortar um gasto, por exemplo.

Ao fazer essa análise, lembre-se de classificar os gastos entre custos e despesas fixas e variáveis. Abaixo explicamos melhor o que significam esses conceitos:

  • Custos

São os gastos relacionados diretamente a produção dos produtos ou serviços que a empresa comercializa.

Os custos fixos são aqueles que não se alteram em relação ao volume de produção, como o aluguel de um equipamento usado na produção, por exemplo. Já os custos variáveis variam conforme a produção, como a matéria-prima de determinado produto.

  • Despesas

Já as despesas são os gastos que não estão diretamente relacionados à produção.

As despesas fixas são aquelas em que o valor se repete ao longo dos meses, como os gastos com serviços de limpeza, por exemplo. Enquanto as despesas variáveis têm um impacto em relação às vendas, como a comissão do time de vendas.

Organização das contas a receber e pagar

Conhecendo bem todos os gastos da sua empresa e também as entradas de receita, é possível organizar as contas para sempre ter dinheiro em caixa na hora de fazer pagamentos.

É muito comum que a simples desorganização faça com que a empresa não consiga cumprir com os prazos de fornecedores ou boletos. 

Ao olhar mais de perto para as contas você pode negociar os prazos de pagamento das compras de matéria-prima ou contratação de serviços, por exemplo. Garantindo que sempre irá realizar os pagamentos após receber os valores referentes a venda de seus produtos ou serviços.

Controle do fluxo de caixa

Uma vez que, você organizou os prazos de pagamento provavelmente os seus problemas de fluxo de caixa vão diminuir. Mas, isso não significa que esse controle deve ser deixado de lado.

Fazer um acompanhamento diário do fluxo de caixa é a melhor forma de garantir que você não ficará no vermelho. Assim é possível prever caso seja necessário recorrer a alguma linha de crédito ao fazer um investimento na empresa.

Uma forma de fazer é contar com uma conta PJ digital, que te dá visibilidade de todas as movimentações financeiras da empresa em tempo real. Esse é o caso da Conta Digital da Cora, que permite que você faça um controle mais próximo das finanças da sua empresa.

Seguindo essas dicas é possível realizar uma gestão financeira para empresas mais adequada e manter a saúde das finanças do negócio.

Outros artigos

Mitos e verdades sobre flatulência

25/02/2013

Mitos e verdades sobre flatulência

Os chamados flatos ou flatulência são gases produzidos pelo ar no intestino que são expelidos pelo ânus. Eles são formados a medida que os alimentos são digeridos e ...

Centrifuga Juicer Mondial

24/05/2011

Centrifuga Juicer Mondial

Os cuidados com a saúde estão em alta atualmente e as pessoas procuram manter a forma para se sentirem bem até mesmo por que hoje em dia os padrões de beleza estão c...