Gengivite: sintomas, causas, tratamento

A gengivite trata-se de uma inflamação da gengiva que em alguns casos progride e atinge o osso alveolar, que tem como função envolver e…

Cuide da higiêne do dentes e evite a gengivite (Foto: Divulgação)

A gengivite trata-se de uma inflamação da gengiva que em alguns casos progride e atinge o osso alveolar, que tem como função envolver e segurar os dentes.  A causa dessa doença é a placa bacteriana ou biofilme dental, que é uma película incolor e pegajosa que se forma dia após dia nos dentes. Essa placa deve ser removida diariamente por meio da escovação e do uso do fio dental.

Caso a remoção não seja feita as bactérias nela contidas poderão infeccionar não só a gengiva, mas também a região em torno dos dentes, acabando por atingir o tecido abaixo da gengiva e o osso que dá suporte aos dentes. A médio e longo prazo, isso faz com que os dentes fiquem abalados, caiam, ou em alguns casos, tenham que ser retirados pelo dentista.

Um dos primeiros sintomas da inflamação é o sangramento ao passar o fio dental, ou durante a escovação. Nesse primeiro momento o dano pode ser revertido, porém é necessário certificar-se que o tecido e osso que segura o dente não foram atingidos. Antes de chegar nesse estágio capriche na escovação e passe o fio dental todos os dias, e para garantir que sua boca está saudável, frequente um dentista periodicamente. O uso de enxaguante bucal auxilia na prevenção de placas bacterianas.

Consulte um dentista regularmente (Foto: Divulgação)

Depois do estágio da gengivite, se o paciente não cuidar da doença, ela pode evoluir para um estágio chamado periodonite. Nessa fase, os ossos e as fibras de sustentação que mantêm os dentes são danificados de modos irreversíveis. Em volta da gengiva cria-se uma espécie de bolsa que avança para baixo da gengiva, nesse lugar fica armazenada os detritos e a placa bacteriana. Embora o tratamento bucal em casa não cure a pessoa da doença, evita maiores danos.

Se a gengivite não for trada pode evoluir para uma perca total dos dentes (Foto: Divulgação)

As pessoas que estão no estágio avançado de periodontite possuem fibras e osso de sustentação dentária destruídos. Nessa fase da doença os dentes chegam a mudar de lugar ficando moles e podem ser removidos facilmente. Sua mordida será afetada e se o tratamento não for feito corretamente o paciente doente corre o risco de perder todos os dentes. Por isso, o melhor meio para solucionar o problema é não tê-lo. Escove os dente depois da três principais refeições, sem apertar a escova contra eles, com movimento circulares, sem pressa de acabar. Lembre-se em limpar a língua, pois os resíduos de comida também ficam nela, além da parede da boca. Cuidados com a boca é uma questão de saúde.

Leia Também:  Saúde bucal das crianças: dicas

Top