Gêmeos siameses: causa, entenda

Nos últimos anos, os casos de nascimentos de crianças siamesas têm aumentado muito. Esses casos chamam muito atenção em todo mundo quando ocorrem. Saiba mais sobre o assunto e entenda as causas que geram gêmeos siameses.

Os gêmeos siameses podem nascer grudados por várias partes do corpo. (Foto: divulgação)

Gêmeos siameses

Os gêmeos siameses são os gêmeos idênticos que nascem colados uns aos outros. Isso acontece devido mutações genéticas, quando o óvulo é fecundado duas vezes e outras alterações vão ocorrendo, impedindo a formação de corpos separados.

Os siameses podem ser ligados pelo tronco e cada um deles possui seus órgãos funcionando corretamente e nesse caso uma cirurgia para separá-los é indicada. Quando compartilham do mesmo fígado, coração e pulmão, a cirurgia não pode ser feita.

Em muitos casos, os siameses são colados pela cabeça, pernas, braços ou outros locais do corpo, compartilhando os mesmos órgãos, o que pode ser perigoso. Nesse caso, não é possível fazer a cirurgia de separação, já que um deles ou ambos podem morrer durante a cirurgia ou devido a complicações pós-operatórias.

Os siameses são resultado de alterações genéticas na gravidez. (Foto: divulgação)

Causas de gêmeos siameses

Os gêmeos siameses são resultado de alterações genéticas que acontecem logo no começo da gravidez. Essa alteração pode ser descoberta logo na primeira ultrassonografia. Nos casos de uma gravidez de siameses, é preciso fazer parto cesárea.

Essas crianças siamesas podem sobreviver unidas por muitos anos e até mesmo gerar filhos. Apesar de poucas conseguirem chegar à vida adulta.

Cirurgia para separação de gêmeos siameses

A cirurgia de separação de gêmeos siameses nem sempre é indicada e quando é pode durar muitas horas e ter complicações. Para fazer uma cirurgia desse nível é essencial ter acompanhamento de médicos de diferentes especialidades para garantir o sucesso da operação.

A presença de um cirurgião plástico, cardiovascular e pediatra são essenciais para fazer a cirurgia de separação de gêmeos siameses. A presença deles é muito importante para separar os órgãos e reconstruir tecidos e adaptar quando necessário.

As crianças siamesas podem sobreviver muitos anos grudadas. (Foto: divulgação)

Os casos de crianças siamesas são raros, mas presentes em nosso meio. Esse problema de mutação genética pode fazer com que as crianças fiquem unidas para sempre ou que possam ser separadas através de cirurgias. O fato é trata-se de uma cirurgia muito arriscada e exige participação de profissionais capacitados.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply