Funcionários pedem demissão de construtora em MG depois de casos de meningite C

Trabalhadores da Gerdau Açominas em Ouro Branco, região central de Minas Gerais, estão assustados em decorrência do surgimento de casos de meningite C. Trezentos…

Por Redacao em 18/10/2011

Trabalhadores da Gerdau Açominas em Ouro Branco, região central de Minas Gerais, estão assustados em decorrência do surgimento de casos de meningite C. Trezentos e oitenta funcionários terceirizados já pediram demissão depois que um colega de trabalho morreu por causa da doença, segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria  da Construção Civil.

A Secretaria Municipal de Saúde de Ouro Branco junto a Federação Ezequiel Dias (Funed) confirmou a morte por contaminação de meningite C de um trabalhador de 19 anos nesta sexta-feira (14). Segundo a Secretaria, 1,2 mil empregados trabalham na Gerdau e já receberam medicamentos.

A Secretaria Estadual de Saúde ainda não recebeu os laudos do Funed sobre a possível contaminação de outras 17 pessoas. Técnicos da Secretaria foram enviados até o local para acompanhar os casos. O grupo de trabalhadores vivem em alojamentos e foram encaminhados para um hospital do município depois de apresentarem sintomas da doença.

A empresa de assessoria da construtora, Paranasa, informou que presta assistência aos trabalhadores que pedem demissão, oferecendo transporte a região de origem e alimentação. A maioria dos funcionários são da Região Nordeste do Brasil. A rescisão dos contratos está sendo feita nesta terça-feira (18), segundo a Paranasa.

A Gerência Regional de Saúde de Itabira também entrou em ação enviando técnicos ao local para investigar a situação. Ela se responsabilizou em ajudar nas medidas preventivas para resolver o problema, caso seja confirmada a necessidade de medicamentos e controle da doença.

A Paranasa e a Gerdau prometeram, segundo elas, contribuírem com os órgãos sanitários para evitar o surgimento de novos casos.

Top