Frutas que os bebês mais gostam

PUBLICIDADE CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Uma das dificuldades mais enfrentadas pelas mães é a introdução dos alimentos sólidos na dieta dos bebês. Por ser algo novo para os pequenos, eles acabam não aceitando o que lhes é oferecido com muita facilidade. Por isso, as mães devem conhecer quais as frutas, verduras e legumes que mais agradam os bebês e fazer com que eles tenham uma alimentação saudável. Conheça as frutas que os bebês mais gostam.

A partir dos seis meses, deve ser iniciado a introdução de papinha doce e salgada aos bebês. (Foto: divulgação)

A introdução dos alimentos sólidos para as crianças

Quando uma criança completa os seis meses de vida, o desmame do leite materno se inicia e a cozinha se torna um lugar muito especial e divertido na casa. Isso porque o pequeno passa a experimentar a comida, algo que é totalmente novo ao seu paladar. Durante essa fase é importante que os pais tenham em mente três regras:

  • Apresentar a comida gradativamente;
  • Oferecer diferentes sabores;
  • Garantir a presença de todos os tipos de alimentos nas refeições.

Dando início à alimentação

Antes de tudo, é importante que os pais tenham uma higiene adequada, lavando bem as mãos, os legumes, as verduras e as frutas. Durante o cozimento dos alimentos, a pessoa deve evitar espirrar, tossir ou falar próximo da comida, para evitar qualquer forma de contaminação.

PUBLICIDADE CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
Saiba quais são as frutas que os bebês mais gostam. (Foto: divulgação)

Oferecendo os alimentos

Os pais devem sempre intercalar e variar os alimentos que serão oferecidos ao pequeno. Um dia, é possível escolher um suco de laranja-lima no meio da manhã, entre uma mamada e outra. Logo após três ou quatro dias a introdução do suco, os pais podem oferecer as papinhas de frutas. Quando o bebê estiver habituado com as papinhas de frutas, é a hora de introduzir a papinha salgada, deixando a fruta como sobremesas.

O preparo ideal da papinha salgada

Toda a papinha salgada deve ter uma fonte de carboidratos, como o arroz e o macarrão, uma proteína como carnes em geral e dois tipos de verduras e legumes. Os temperos caseiros, como a cebola e o alho são essenciais para dar um gosto especial à refeição do pequeno. Nas saladas, os pais devem utilizar limão, devendo evitar o vinagre para prevenir a manifestação da alergia.

O momento da refeição

A hora que a papinha for ser servida ao bebê, é importante que a comida seja amassada com um garfo ou mesmo, passada na peneira. No começo, o bebê ainda não tem dentição, por isso é importante que a comida não possua pedaços. Com o passar do tempo e com o surgimento dos dentes do bebê, pode ser introduzido alimentos sólidos para estimular a mastigação.

Oferecer diferentes tipos de alimentos ajuda o bebê a aguçar seu paladar. (Foto: divulgação)

A introdução das papinhas para os pequenos não é uma tarefa fácil. O ideal é que os pais saibam reconhecer quais os alimentos que mais agradam os bebês para que a refeição seja um momento de alegria.

Leia também:

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.