Frituras com azeite ou óleo de girassol não são prejudiciais a saúde cardíaca

Nem toda fritura deve ser evitada, segundo uma pesquisa recém divulgada no site BMJ (British Medical Journal). Alimentos fritos com azeite ou óleo de…

Por Editorial MDT em 31/01/2012

Imagem: (Foto Divulgação)

Nem toda fritura deve ser evitada, segundo uma pesquisa recém divulgada no site BMJ (British Medical Journal). Alimentos fritos com azeite ou óleo de girassol não são lesivos a saúde cardíaca. Os cientistas, no entanto, não afirmam que todas os alimentos fritos estejam isentos da associação com problemas cardíacos, já que a decorrência não vale para outros tipos de óleos. Além disso, o estudo foi realizado na Espanha, um país mediterrâneo, no qual a população acompanha uma alimentação mais saudável, com amplo consumo de vinho, frutos do mar e azeite.

A pesquisa avaliou, durante 11 anos, procedimento de cozimento dos alimentos e costumes alimentares de mais de 40.000 adultos com idades entre 29 e 69 anos. Depois, os voluntários foram divididos em grupos, de acordo com a quantia de alimentos fritos que consumiam.

Ao final do estudo, foram notados 606 eventos de saúde associados a doenças do coração e 1.134 falecimentos. Os cientistas não descobriram associação entre doenças cardíacas ou falecimento antecipado e ingestão de frituras no azeite ou no óleo de girassol.

Essas consequências, todavia, não significam que alimentos fritos não afetem a saúde como um todo, já que alimentos preparados desse modo estão ligados a problemas como obesidade e doenças cardiovasculares. “A pesquisa foi feita em um país mediterrâneo, onde o azeite e o óleo de girassol são as gorduras mais comumente utilizadas para fritar alimentos, e nesse contexto não foi observada associação entre o consumo de frituras e riscos de doenças cardíacas ou morte”, afirma Pilar Guallar-Castillón, coordenadora do estudo.

As conclusões não incluem outros tipos de óleos usados para frituras e nem costumes alimentares que envolvam alimentos com altamente calóricos ou riscos em sal. Isso significa que, se essa pesquisa fosse realizada em outra nação com outros costumes alimentares, com mais ingestão de fast food, por exemplo, onde o óleo é reutilizado diversas vezes, os resultados poderiam ser diferentes.

Top