Franja: tudo que você precisa saber antes de enfrentar a tesoura

Entra moda e sai moda, chegam tendências e saem tendências, e a franja está lá, sempre. O cabelo mais curto na frente quase nunca…

Por Editorial MDT em 05/12/2011

Entra moda e sai moda, chegam tendências e saem tendências, e a franja está lá, sempre. O cabelo mais curto na frente quase nunca cai de moda. O que acontece é uma variação no estilo da franja, ou seja, o comprimento, um repicado a mais, um repicado a menos e assim por diante. Se você optar por esse detalhe no seu corte, saiba que não errará.

É preciso saber escolher qual franja usar. Essa escolha depende de diversos motivos, como o tipo do cabelo, o formato do rosto e assim por diante. O cabeleireiro é quem te ajuda nesse impasse. Nem sempre a franja que está na moda no momento é a mais indicada para você. Uma das mais desejadas é a franja curta, usada até a região das sobrancelhas.

Os cortes com franja podem ser desde os mais longos aos mais curtos. Não há restrições quanto ao comprimento. Antes a franja longa só era usada com cabelos longos, assim como a franja mais curta com cabelos mais curtos. Hoje já não existe mais isso. As franjas são mescladas em cabelos de todos os tipos, cores e tamanhos.

Como escolher a franja certa

É preciso saber escolher o tipo de franja para não errar no visual. Vamos lá! Um rosto mais redondo, por exemplo, fica bem com uma franja mais curta, usada até a sobrancelha. Essa franja é indicada também para quem tem a testa um pouco mais larga, mais extensa.

Franja mais curta, tradicional.

Para quem tem a testa curta, nada de franjas tapando a região. Dê preferência para as franjas mais longas, usadas de lado. Isso alonga o rosto e a testa. Outra opção para quem tem esse formato de testa é o uso do topete, que está super na moda. O topete também alonga a testa e afina o rosto. Para quem quer começar aos poucos, a dica é usar uma franja mais longa, que dê para esconder atrás da orelha. Assim, se incomodar, você pode esconder, parecendo que ela nem existe. Esse modelo pode ser usado de lado ou ainda dividido ao meio.

Franja mais longa, descontraída.

Outro detalhe é em relação ao tipo de cabelo. A franja mais curta é mais indicada para cabelos extremamente lisos ou ainda para quem tem tempo e disposição de alisá-la todos os dias. Se o cabelo for crespo, ondulado ou formas do tipo, tome cuidado com o comprimento da sua franja. Corte sempre um pouco menos do que deseja, pois quando o cabelo seca ele fica mais curto.

Essas são algumas simples dicas de franja. Conversando com um profissional no assunto, ele pode te dar mais informações sobre o assunto. Nem sempre siga o que ele falar. Vá pelo seu gosto. Se não desejar uma franja curta demais, então nem tente. Confie na sua intuição, absorva as tendências e arrase com a franja que desejar.

Top