Fraldas para bebê: cuidados ao comprar

Qual a melhor marca? O melhor tamanho? Comprar quantas por mês? Essas são algumas dúvidas comuns quando o assunto é fralda de bebê, principalmente…

Por Editorial MDT em 28/02/2013

Qual a melhor marca? O melhor tamanho? Comprar quantas por mês? Essas são algumas dúvidas comuns quando o assunto é fralda de bebê, principalmente para as mamães de primeira viagem. No mercado há uma enorme variedade de marcas e tipos de fraldas. Com tantas opções, realmente a escolha fica mais difícil. Por isso, confira agora algumas dicas de cuidados ao comprar fraldas para bebê.

Alguns cuidados precisam ser tomados ao comprar fraldas para bebês. (Foto: Divulgação)

Cuidados ao comprar fraldas

A compra de fraldas normalmente começa antes mesmo do bebê nascer. É preciso ter algumas para os primeiros dias, mas evite fazer um estoque. Esse é um dos erros ao comprar fraldas. O estoque acaba acumulando fraldas que podem não servir, causar alergia, vazar ou coisas do tipo.

Evite o estoque de fraldas! (Foto: Divulgação)

Você vai precisar testar vários tipos de fralda para ver qual não vaza, não dá alergia, não aperta o bebê, e isso varia de criança para criança, e também muda conforme ela vai crescendo. Um recém-nascido usa no mínimo oito fraldas por dia, o que gera mais de duzentas fraldas por mês. Ou seja, são muitas fraldas, principalmente nesse começo.

Em relação à marca não tem como apontar uma que seja “a melhor”. Existem algumas mais caras no mercado que são conhecidas pela qualidade, mas nem sempre são as que se encaixam com a pele do seu bebê. Por isso, no chá de bebê, por exemplo, esteja livre para pedir todas as marcas ou então marca nenhuma, assim você ganha diferentes modelos e pode ir testando qual dá mais certo para o bebê.

Dicas para comprar fraldas

A adaptação à fralda varia de criança para criança. (Foto: Divulgação)

Com o passar do tempo, a pele do bebê vai ganhando certa resistência. Assim, você pode ir mudando a marca até chegar a uma que seja mais acessível ao seu bolso, afinal esse é um produto relativamente caro e que se usa demais. Nem sempre as dicas das outras mamães são válidas quando o assunto é fralda. Como já foi dito, isso varia de criança para criança.

Não estoque, cuidado com a qualidade, faça testes no bebê, consulte os melhores preços, aproveite promoções, etc. Essas são algumas dicas para comprar fraldas. Com o passar dos dias, as tarefas de mamãe vão ficando mais simples, incluindo a compra de produtos para o bebê.

Leia também:

Como trocar fraldas de bebê: passo a passo

Cuidados com o banho do bebê

 

 

 

 

 

 

Top