Formas de castigar o filho

Estabelecer limites e fazer com que os filhos cumpram as regras é muito importante para educação das crianças. Porém, em alguns momentos de desobediência…

Estabelecer limites e fazer com que os filhos cumpram as regras é muito importante para educação das crianças. Porém, em alguns momentos de desobediência os castigos são necessários para que elas obedeçam. Mas como castigar a criança? Pensando nisso, selecionamos as melhores formas de castigar o filho. Confira.

Os castigos devem ser dados no momento do mau comportamento. (Foto: divulgação)

Castigo por mau comportamento                                    

O mau comportamento exagerado das crianças nos últimos anos tem feito com que os pais, professores e autoridades se questionassem se a educação dos filhos está sendo feita de maneira correta ou não. Para alguns os castigos são totalmente inválidos, pois muitas crianças têm um comportamento do qual nada se pode fazer para evitar. Sendo assim, a decisão de castigar ou não se torna muito complicada.

Todos os pais, mais cedo ou mais tarde, recorrem ao castigo como ferramenta aliada para modificar ou modelar o comportamento dos filhos. Sendo assim é indispensável saber como aplicar o castigo. A primeira coisa a ser estabelecido, o que é e o que não é um castigo.

Os castigos são essenciais em alguns casos para que as crianças aprendam a se comportar. (Foto: divulgação)

Veja também como lidar com o trabalho e a criação dos filhos 

Formas de castigar o filho

1.  Os castigos para funcionarem como formas educativas devem ser rápidos, imediatos, verbalizados e aplicados calmamente. O ideal é que criança não sinta tristeza em perder algo com o castigo, mas compreenda o que motivou a essa perda e não volte a ter o mesmo comportamento;

2. O castigo deve ser aplicado de forma que contribua para que a criança desenvolva suas habilidades comportamentais de forma correta;

3. Quando aplicados em momentos de raiva e nervoso, os castigos servem apenas para que as crianças encontrem formas de manipular a situação para não serem castigadas novamente;

Leia Também:  Como castigar os filhos sem agredir

4. Jamais ameace a criança e não cumpra. A criança se lembra de tudo que você fala e se não cumprir o castigo, ela voltará a fazer o mesmo novamente. Frases como “Se você…” devem ser evitadas;

5. O melhor castigo é aquele que tem relação com o que levou a criança ao mau comportamento, é conhecido como castigo de recompensa ou de consequência. Por exemplo, um mau comportamento em casa gera alguns minutos sem ver televisão;

6. É importante que os pais falem para os filhos sobre seus sentimentos em relação ao comportamento errado dos mesmos e também dos sentimentos ao ter que castigá-lo. Os filhos devem entender que o castigo é consequência de algo que eles mesmos provocaram.

Os pais devem explicar para os filhos porque estão sendo castigados. (Foto: divulgação)

Veja também dicas para melhorar a educação da criança 

Os castigos são essenciais mediante alguns comportamentos exagerados dos filhos. Castigar de forma correta pode ser uma ótima alternativa para educar as crianças. Porém, os castigos não devem ser físicos, pois não possuem perspectivas benéficas para quem está sendo punido. O ideal é aplicar castigos rápidos explicando para a criança o porque ela está sendo castigada.

Top