Formas de bullying no trabalho: quais são

O bullying é bastante conhecido como uma prática covarde realizada em ambientes escolares, mas o que muitas pessoas não sabem é que essa forma…

O bullying é bastante conhecido como uma prática covarde realizada em ambientes escolares, mas o que muitas pessoas não sabem é que essa forma de violência não acontece apenas com jovens alunos, mas também invade o ambiente de trabalho. Os efeitos do bullying são devastadores para a autoestima e autoconfiança da vítima, que muitas vezes sofre calada. Fique por dentro do assunto e saiba quais são as formas de bullying no trabalho.

Conheça os principais sintomas de bullying.

O bullying não é exclusivo do ambiente escolar e pode ocorrer no trabalho.

O que é o bullying no trabalho

A prática de bullying no ambiente de trabalho pode ser definida como a exposição às situações humilhantes repetidamente, durante a jornada de trabalho. Esse é o fator mais importante para diferenciar a bullying da agressão física ou emocional, que constitui um ato isolado.

Esse problema geralmente ocorre em relações de hierarquia autoritária, onde o agressor apresenta condutas predominantemente antiéticas, desumanas e negativas, a fim de provocar um desequilíbrio físico e emocional na vítima, afetando sua relação com o ambiente de trabalho e, muitas vezes, forçando a pessoa a desistir do emprego.

Formas de bullying no trabalho

As principais formas de bullying praticados no ambiente de trabalho são:

  • Críticas incoerentes;
  • Depositar culpa no funcionário sem uma justificativa plausível;
  • Tratar uma pessoa de forma diferente do restante da equipe de trabalho;
  • Xingamentos constantes ou apelidos desagradáveis;
  • Isolar o funcionário socialmente;
  • Humilhações constantes;
  • Ser alvo de piadas que causem mal-estar ou algum tipo de constrangimento;
  • Ser constante e excessivamente vigiado.

Saiba o que fazer se seu filho sofre bullying na escola.

O bullying pode correr de várias maneiras, inclusive de formas bem sutis.

Consequências do bullying

Esse tipo de violência é tão cruel e abala tanto o emocional das pessoas que é bastante comum o aparecimento de diversos problemas de saúde, decorrentes do alto nível de estresse que a pessoa é submetida diariamente. As principais complicações profissionais e de saúde são:

  • Problemas no orçamento devido a faltas constantes no emprego;
  • Estresse pós-traumático;
  • Baixa autoestima;
  • Desenvolvimento de fobias;
  • Insônia;
  • Alto índice de depressão;
  • Problemas gastrintestinais;
Continuar Lendo  Cuidado com brinquedos dos ovos de Páscoa

Prejuízos para a empresa

Não é apenas o funcionário vítima de bullying que sofre prejuízos, pois a própria empresa pode acabar pagando um preço alto por manter um funcionário praticante desse tipo de violência. Os gastos podem ser encaixados em três categorias:

  • Tempo perdido na resolução de conflitos resultantes do bullying, onde toda energia acaba sendo dirigida para a agressão, desviando o foco do trabalho e diminuindo a produtividade;
  • Recontratação de funcionários, que precisam de treinamento para trabalhar em áreas específicas;
  • Gastos de quantias importantes na investigação do problema e em eventuais processos trabalhistas.

Conheça a nova ferramenta do Google contra bullying.

Esse tipo de violência gera muito estresse e acaba resultando em diversos problemas de saúde.

O bullying é uma forma de violência que não é exclusiva do ambiente escolar, podendo ocorrer também no local de trabalho. Seu impacto na vida da vítima é fortíssimo e pode propiciar o aparecimento de uma série de problemas. A empresa também acaba sendo prejudicada e por isso a melhor forma de combate dessa prática cruel é a prevenção.

Top