Redacao 08/02/2009 Brasil

O medo pode ser gerado por vários motivos como estresse, tendência genética e química cerebral, fatores biológicos, psicológicos e ambientais e ninguém está livre de possuir em um determinado momento da vida.

É importante saber que o medo normal age como proteção contra ameaças, no entanto quando esse sentimento passa dos limites ou é estabelecido sem um motivo grave, pode ser considerado como fobia, que significa um transtorno que pode interfirir negativamente na vida da pessoa, como incômodo, falta de ar, palpitações, formigamento, tontura, calafrio e outros.

Saiba a diferença entre medo e fobia:

Medo causa ansiedade normal, já a fobia leva a pessoa a deixar de fazer algo, não enfrentar certa situação.

Conheça agora alguns tipos de fobias:

Claustrofobia: medo de lugares fechados.
Acrofobia: medo de altura.
Brontofobia: medo de tempestade.
Aerofobia: medo de avião.
Aracnofobia: medo de aranhas.
Agorafobia: medo de sair de casa.

Identifique se você sente algum tipo de medo exagerado e procure descobrir os motivos desse sentimento.
Outra medida é o auxilio médico, pois este, poderá vincular o tratamento correto.

Outros artigos

Simulado do Detran BA 2017

19/06/2017

Simulado do Detran BA 2017

O simulado do Detran BA é uma prova elaborada online com dois objetivos em comum sobre o Código Nacional de Trânsito. Se você quer fazer sua CNH - Carteira Nacional ...

Chevrolet Onix 2012

06/10/2011

Chevrolet Onix 2012

A “Nova GM” no Brasil acaba de dar um passo importante com o anúncio do projeto do compacto Ônix 2012. Entre os lançamentos da Chevrolet previstos para o país até o ...