Flor de Lótus: história

A Flor de Lótus é venerada, principalmente, na Índia e no Japão. Oráculo disse que essa é uma flor que simboliza a espiritualidade, elevação…

Flor de Lótus

A Flor de Lótus é venerada, principalmente, na Índia e no Japão. Oráculo disse que essa é uma flor que simboliza a espiritualidade, elevação espiritual. Algumas pessoas a tatuam no corpo simbolizando a superação de algum obstáculo na vida.

A semente dessa flor pode ficar cerca de 5 mil anos sem água, somente esperando a condição ideal de umidade para germinar. Ela nasce na lama e só se abre quando consegue atingir a superfície, onde exibe as suas lindas e luminosas pétalas, que são autolimpantes, ou seja, têm a prioridade de repelir microrganismos e poeiras. Ela também é a única planta que regula o seu calor interno, mantendo-o por volta dos 35º. O botão dessa flor tem o formato de um coração e suas pétalas não caem quando a flor morre, elas apenas secam.

Em quase todos os países Asiáticos a flor de lótus é considerada sagrada. Por ser uma flor cultivada na água, ela brota com facilidade em várias regiões Asiática, é uma planta aquática e por essa razão não precisa ser regada, sua adubação é anual, necessita de sol a maior parte do tempo, sua raiz pode chegar até 45 centímetros de profundidade da água. Pode ser cultivada em vasos imersos, lagos, tanques de jardim e espelhos d’água. A flor de lótus abre a noite e fecha pela manhã, e permanece assim até o anoitecer.

Na Índia essa flor simboliza a criação do universo, em suas imagens os deuses aparecem sentados ou em pé sobre a flor, isso porque o deus Brahma, criador do mundo, nasceu de uma flor de lótus.

Para os chineses, o passado, o presente e o futuro estão simbolizados através da Flor de Lótus, sendo respectivamente, pela flor seca, pela flor aberta e pela semente que está prestes a germinar. Significa também beleza, perfeição e divindade.

Leia Também:  Aulas de Matemática Online

A tradição budista conta que quando Siddharta (que se tornaria o Buda) tocou o solo e fez seus primeiros sete passos, sete flores de lótus crescerem. Representando cada um dos sete passos do Bodhisatha um ato de expansão espiritual. O conhecimento supremo espiritual é comparado ao florescimento do Lótus de mil pétalas no topo da cabeça, e seria equivalente á auréola dos santos da Igreja Católica.

De uma forma geral podemos dizer que a simbologia dessa flor está relacionada ao fato de ela brotar do limbo, do lodo ou das profundezes e assim como ela renasce e sai do limbo, qualquer pessoa pode sair de uma situação ou superar um obstáculo que represente o estado de limbo. Por esse motivo muitas pessoas que passaram por dificuldades e superaram momentos de extrema dificuldade se apegam a essa flor, muitas vezes tatuando-a no seu corpo.

Essa flor é enigmática até mesmo para a ciência, pois ainda hoje não se sabe algumas curiosidades a respeito dela, por exemplo, como as folhas dessa flor é autolimpante e repele a poeira e microrganismos.

Veja algumas imagens dessa magnífica flor.

Top