Filmes nacionais para beneficiários do Bolsa Família

Conheça os filmes nacionais para beneficiários do Bolsa Família. Isso mesmo! O Ministério da Cultura (MinC) resolveu criar uma plataforma de conteúdo audiovisual gratuito,…

Conheça os filmes nacionais para beneficiários do Bolsa Família. Isso mesmo! O Ministério da Cultura (MinC) resolveu criar uma plataforma de conteúdo audiovisual gratuito, que inclui curtas e longas-metragens nacionais. Leia a matéria para entender como funciona esse novo projeto.

Filmes nacionais para beneficiários do Bolsa Família. (Foto Ilustrativa)

Filmes nacionais para beneficiários do Bolsa Família. (Foto Ilustrativa)

O Bolsa Família é um programa social de transferência de renda, mantido pelo Governo Federal. Ele tem como objetivo oferecer um auxílio financeiro para as famílias que vivem à mercê da extrema pobreza e da pobreza. O dinheiro melhora o acesso à saúde, educação e alimentação. A boa notícia é que os beneficiários do programa agora poderão contar com uma plataforma de entretenimento.

Leia mais: Quem tem direito ao Bolsa Família?

De acordo com Pola Ribeiro, secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, a plataforma “Quero Ver Cultura” tem como propósito ampliar o número de pessoas acompanhando o cinema nacional. O número de filmes produzidos no Brasil aumentou muito os últimos anos, mas algumas barreiras desse mercado ainda precisam ser superadas.

Filmes nacionais para beneficiários do Bolsa Família

A plataforma com filmes nacionais para beneficiários do Bolsa Família reúne diferentes tipos de produções, como películas de ficção e documentários. Os títulos são produzidos com o apoio da lei do audiovisual e reproduzidos através do aplicativo Quero Ver Cultura ou pelo sinal digital de TV.

Como funciona a plataforma?

Cada família do Bolsa Família receberá um kit para obter o sinal de TV digital. (Foto Ilustrativa)

Cada família do Bolsa Família receberá um kit para obter o sinal de TV digital. (Foto Ilustrativa)

A entrega desse conteúdo a população será possível graças ao processo de migração da TV analógica para a digital. Essa mudança terá início em fevereiro de 2016 e acontecerá gradualmente nos próximos dois anos.

Leia Também:  10 filmes sobre Jesus Cristo

Cada família beneficiada pelo Bolsa Família receberá um kit, contendo um conversor, uma antena adaptada e um controle remoto. Com esses itens será possível ter acesso ao sinal digital e, consequentemente, à plataforma de filmes e documentários.

Saiba mais: Bolsa Família inscrições para 2016

A plataforma do Ministério da Cultura funcionará de forma parecida os serviços de streaming, ou seja, os filmes ficarão disponíveis para assistir a qualquer momento, de acordo com a disponibilidade de cada pessoa. A grande vantagem é que o acesso ao sistema não requer conexão com a internet. A cada semana, a família beneficiada pelo programa poderá armazenar até 10 filmes para assistir.

A plataforma de vídeo do Ministério da Cultura espera chegar a 14 milhões de casas e alcançar cerca de 60 milhões de beneficiários do Bolsa Família. Essa abrangência é grande e equivale 15 vezes ao número de assinantes do Netflix.

A plataforma espera popularizar o cinema nacional. (Foto Ilustrativa)

A plataforma espera popularizar o cinema nacional. (Foto Ilustrativa)

Veja também: Caixa Econômica: aplicativo do Bolsa Família para Android e iOS

A iniciativa “Quero Ver Cultura” oferecerá filmes nacionais para beneficiários do Bolsa Família, a fim de democratizar o acesso aos conteúdos audiovisuais. O acervo terá mais de 25 mil títulos da Cinemateca e produções exclusivas da Secretaria do Audiovisual. A distribuição dos kits terá início no dia 15 de fevereiro. Continue no Mundo das Tribos e veja outras matérias sobre entretenimento.

 

Top