Filho agressivo: o que fazer

Normalmente, a criança usa a agressividade como forma de comunicação, já que ela ainda é imatura e não tem o completo domínio sobre a…

Imponha limites ao seu filho para que ele compreenda que não é a violência que resolverá o seu problema. (Foto: Divulgação)

Normalmente, a criança usa a agressividade como forma de comunicação, já que ela ainda é imatura e não tem o completo domínio sobre a linguagem falada. Entretanto, esse comportamento deve persistir até aproximadamente os 3 anos. Depois desse período, a agressividade pode ser consequência de traumas ou distúrbios. Portanto, saiba o que fazer com um filho agressivo.

Geralmente, as causas da violência da criança estão em sua própria casa. Pais muito permissivos podem gerar filhos agressivos, pois como eles dão tudo o que as crianças pedem, quando lhes é negado algo, ficam violentas e exacerbadas, podendo se autoviolentar, bater nos seus pais ou em quem estiver por perto.

Por isso, é importante saber impor limites aos seus filhos. Dizer “não” é um ato de amor, portanto, saiba dizer essa palavra quando necessário. Entretanto, não a diga somente por dizer. Conte ao seu filho porque tomou essa decisão e o quanto ela é importante para ele. Assim, ele poderá compreender porque não pode fazer o que quer no momento que deseja e será uma pessoa mais madura e compreensiva.

Porém, se mesmo se comportando desse modo com o seu filho ele ainda é violento, tanto em casa quanto na escola ou em qualquer lugar que ele frequenta, chame-o para conversar e pergunte-lhe porque ele age dessa forma. Explique-lhe que não é preciso bater nas pessoas para conseguir o que ele quer e que, dessa maneira, ele vai acabar espantando todos os seus amiguinhos e as pessoas que o amam.

Tente descobrir a fonte da violência do seu filho para ajudá-lo. (Foto: Divulgação)

Por outro lado, algo que precisa ser evitado a qualquer custo é não responder à violência infantil com a violência. Nunca bata em seu filho, converse bastante com ele. Sendo assim, quando o seu filho lhe bater ou chutar, contenha-o com um grande abraço para que ele perceba que você o ama acima de tudo. Então, ele entenderá que não adianta ser agressivo para ser uma pessoa melhor.

Nunca use a violência para lidar com a agressividade do seu filho. (Foto: Divulgação)

Ter um filho agressivo é muito problemático, tanto para a família quanto para a sociedade. Por isso, é preciso controlar a agressividade do seu filho o mais cedo possível e, se você não conseguir resolver esse problema sozinha, recorra a um profissional para ajudá-la.

Leia Também:  Livros Digitais para Crianças

Top