FIFA está investindo R$ 2,1 bilhões para a Copa de 2014

O Secretário-Geral da Fifa, Jérôme Valcke, comentou hoje em sua coluna, no site da entidade, à respeito de sua visita recente ao Brasil, na…

O Secretário-Geral da Fifa, Jérôme Valcke, comentou hoje em sua coluna, no site da entidade, à respeito de sua visita recente ao Brasil, na qual conheceu o novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo. No texto, Valcke também aproveitou para divulgar informações novas e conclusões próprias sobre os preparativos para a Copa do Mundo 2014.

As observações do Secretário-Geral incluem a percepção de que, em breve, o assunto da Lei Geral da Copa, terá um final, após dois anos, na busca para encontrar o que chama de “solução sob medida”, para o Brasil. Também, minimizou as questões relativas a legislação, alegando que a entidade não solicitou nada além do que pediram à países como Alemanha, África do Sul, Rússia e Catar, e que o governo já havia aceitado, anteriormente, desde o momento em que ganhou o direito de sediar o torneio.

A respeito de questões estruturais, o texto da coluna afirmava que serão 32 locais de concentração, já definidos para as seleções que virão competir, porém não revelados, além de 18 mil jornalistas. Sobre investimentos, Jérôme Valcke disse que a FIFA está investindo quantias superiores a US$ 1,2 bilhão, cerca de R$ 2,1 bilhões,  na organização dos setores competitivos do evento, sem uso do dinheiro público. Investimentos referentes ao Governo Federal e estadual são usados em infraestrutura geral e permanecem como sendo benefício do povo brasileiro.

Top