Fibroma na Gravidez: saiba mais

O fribroma uterino, também conhecido como mioma, é um tumor benigno das fibras uterinas e, em situações normais, não representa nenhum risco à saúde…

O fribroma uterino, também conhecido como mioma, é um tumor benigno das fibras uterinas e, em situações normais, não representa nenhum risco à saúde da mulher. Entretanto, o que muita gente desconhece é a capacidade dessa doença em atrapalhar o sonho de ser mãe. Fique por dentro do assunto e saiba mais sobre fibroma na gravidez.

A presença de fibroma uterino durante a gestação necessita de cuidados. (Foto: divulgação)

Dificuldade para engravidar

Esse tipo de tumor pode atingir tamanhos consideráveis, alcançando até 20 cm de diâmetro ou mais, ocupando boa parte do espaço disponível no útero, além de causar compressão e isquemia das paredes uterinas.

Também há a possibilidade dos fibromas se localizarem na camada mais interna do útero, podendo provocar sintomas como sangramentos fora do ciclo menstrual. Por todos esses motivos, mulheres portadoras de mioma podem acabar encontrando dificuldade para engravidar, dependendo da localização e tamanho do tumor. 

Os perigos do mioma para as gestantes

A presença de fibroma no útero de mulheres grávidas é uma situação que inspira cuidado e um rigoroso acompanhamento médico, pois dependendo da situação pode haver problemas que colocam em risco tanto a saúde do feto como a da mãe. Entre as intercorrências mais comuns estão:

  • Parto prematuro;
  • Sangramentos vaginais;
  • Problemas durante o trabalho de parto;
  • Aborto espontâneo durante o primeiro trimestre gestacional.

    O mioma uterino pode se localizar em diferentes profundidades do útero. (Foto: divulgação)

Incidências do problema

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais da metade das mulheres ao redor do mundo já apresentaram algum fibroma uterino em algum momento da vida. Na maioria dos casos essa doença é assintomática e passa a ser considerada um problema apenas quando é suficientemente grave para causar sintomas ou durante o período gestacional.

Leia Também:  Dicas de maquiagem para valorizar o rosto

Entretanto, isso não significa que é preciso entrar em pânico, pois a maioria das mulheres portadoras do problema acaba tendo uma gestação completamente normal, e muitas podem passar a vida toda sem descobrir que têm a doença.

Tratamento durante a gestação

O tratamento do fibroma durante a gravidez geralmente consiste no acompanhamento clínico e repouso da gestante. Caso haja risco muito alto para o bebê, em situações extremas pode ser realizada uma intervenção cirúrgica chamada de miomectomia, que consiste na retirada do mioma. Essa opção é reservada para o início da gestação e deve ser feita apenas em fibromas de localização mais externa, chamados de subserosos.

Mulheres que tentam ser mãe e desejam evitar esse tipo de complicação devem se prevenir, realizando exames como ultrassonografia pélvica, antes de engravidar. Dessa forma, caso haja miomatose uterina, ela pode ser tratada muito mais facilmente. Fique por dentro do assunto e confira as causas, sintomas e tratamento para miomas uterinos consultando um médico.

Além de prejudicar a gestação, o mioma uterino pode ser uma das causas de infertilidade. (Foto: divulgação)

O mioma uterino, também conhecido como fibroma, é um problema bastante comum e que, além de diminuir as chances de engravidar, também pode causar algumas complicações durante a gestação. O tratamento geralmente consiste no acompanhamento ambulatorial com visitas frequentes ao médico, e em situações extremas pode ser tentado outro tipo de abordagem, que é individualizada para cada caso.

Top