Famosos que roem unhas

Famosos que roem unhas

Nem as celebridades escapam do vício de roer as unhas. Elas também se rendem ao hábito que danifica a aparência das mãos, pode causar…

Por Isabella Moretti em 22/08/2012

Nem as celebridades escapam do vício de roer as unhas. Elas também se rendem ao hábito que danifica a aparência das mãos, pode causar machucados dolorosos e também facilita a entrada de diversas bactérias no organismo.

Britney surpreendeu os fãs ao aparecer com as unhas extremamente roídas. (Foto:Divulgação)

Os famosos que são roedores de unhas

Há poucos meses atrás, a cantora Britney Spears foi flagrada com as unhas completamente ruídas, sendo que alguns dos seus dedos já estavam machucados e em carne viva. Quando questionada sobre o assunto, a princesinha do pop alegou ter roído suas unhas por causa do estresse.

Britney não está sozinha na lista de celebridades que roem unhas. Kristen Stewart, Miley Cyrus e Lindsay Lohan também são estrelas internacionais que sofrem com o problema. No Brasil, as atrizes Isis Valverde e Cleo Pires já foram roedoras compulsivas. Outra beldade que luta contra o mau hábito de roer as unhas é Dani Bananinha, que considera extremamente difícil a tarefa de se livrar da mania.

Kristen Stewart flagrada com a mão na boca. (Foto:Divulgação)

Os homens famosos não estão isentos do hábito de roer unhas. Os cantores Robbie Williams e Justin Bieber também já foram flagrados pelos paparazzi e já admitiram o vício.

Veja também: As Manias mais Estranhas dos Famosos

Veja fotos dos famosos que roem unhas:

Como evitar roer unhas?

Roer as unhas é um mau hábito que pode ser evitado, mas para isso é necessário ter força de vontade para controlar a compulsão. Normalmente as pessoas que sofrem com este problema desenvolvem o costume de roer as unhas desde a infância e seguem assim até a fase adulta. Quando se veem diante de uma situação que envolve estresse ou ansiedade, elas não resistem e cedem ao vício de roer unhas e cutículas.

Saiba mais: Roer unha – perigos, como evitar

As pessoas que roem as unhas não estão colocando em jogo apenas à beleza das mãos, mas também comprometem a saúde. Ao destruir as unhas e cutículas, que são responsáveis por formar uma camada protetora, o indivíduo se torna mais vulnerável aos agentes externos, como vírus e bactérias. O hábito facilita, então, o contágio de algumas doenças transmitidas por micro-organismos, como gripe, H1N1, diarreia e hepatite A, caxumba, rubéola, sarampo e meningites virais.

Existem vários truques que ajudam a acabar com a mania de roer as unhas. Confira:

– Mantenha as unhas bem cuidadas e decoradas;

– Aplique produtos que inibem a vontade de roer unhas;

– Parar de roer as unhas é trabalhoso, por isso deixe a mania de lado ‘dedo a dedo’.

– Faça tratamento psicológico para combater a ansiedade;

– Mantenha as unhas lixadas e curtas;

– Adquira o hábito de ir à manicure uma vez por semana para cuidar das unhas;

– Ao invés de roer as unhas em caso de ansiedade, masque chiclete.

Top