sexta-feira, 3 de fevereiro de 2023 - 03/02/2023 11:04:08
MundodasTribos

Aneel ajustou a bandeira de tarifas em 50%, porém as famílias que integram o Tarifa Social estarão isentas de pagar a conta de luz. Serão cerca de 12 milhões de famílias sem ter a necessidade de desembolsar altos valores para arcar com a bandeira vermelha.

A escassez hídrica tornou necessário o uso da bandeira vermelha patamar 2, coisa que havia sido garantida que não aconteceria, e chegou a 50%. 

O que este artigo aborda:

Quem tem direito a essa isenção na conta de luz?

Terão direito às famílias inseridas no CadÚnico e que recebem apenas meio salário mínimo, ou seja, R$ 550,00, idosos com 65 anos ou mais, além de pessoas com deficiência que recebem o BPC, mais conhecido por Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. 

12 milhões de famílias estarão isentas da conta de luz

Fonte/Reprodução: Original

Por fim, famílias no CadÚnico que recebam até três salários mínimos e convivam com algum membro deficiente ou doente e seja necessário a utilização de aparelhos que consumam energia elétrica.

Essas famílias ainda receberão descontos de 10% a 65% a depender do consumo elétrico.

E qual valor os demais consumidores deverão pagar?

Até o final de 2021 todos os outros consumidores pagarão uma tarifa extra de R$ 14,20 para cada 100 quilowatt por hora utilizados. Na bandeira vermelha patamar 2, essas taxas extras eram de R$ 9,49 a cada 100 kWh. 

No entanto, o governo dará um desconto para os consumidores que conseguirem economizar na conta de energia, entre setembro e dezembro de 2021 por pelo menos 10%, em janeiro de 2022.

Alguns especialistas dizem que o governo federal demorou muito para reagir a essa crise hídrica. Porém, é importante ressaltar que esse tipo de crise costuma acontecer quando se tem muitos gastos desnecessários de água e energia elétrica, além de claro, as chuvas diminuírem. 

Não apenas os consumidores gastam água de maneira exagerada como indústrias e agricultores. Portanto, é necessário rever os passos dados até aqui e evitar o desperdício de um dos bens mais valiosos do mundo, para também não pesar muito no bolso de cada brasileiro.

Inclusive, com a crise hídrica a todo vapor, os alimentos sofrem impactos cada vez maiores e é importante relembrar que o PIB do setor agropecuário caiu de 2,6% para 1,7%, de acordo com o IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Felipo Bellini

Empresário, Tradutor e professor formado em Letras Inglês. Atualmente gerencio a empresa Tutora.me - Uma rede social de educação que visa a interação entre professores e alunos - e a empresa Traduza.biz - especializada em tradução acadêmica.

1

Pode ser do seu interesse

Cursos para aprender a investir: onde fazer

Cursos para aprender a investir: onde fazer

PIX já é o 2º meio de pagamento à vista mais usado

PIX já é o 2º meio de pagamento à vista mais usado

Leilões Judiciais no Rio de Janeiro

Leilões Judiciais no Rio de Janeiro

Fila do INSS não é contemplada no orçamento de 2022

Fila do INSS não é contemplada no orçamento de 2022

Cartões de Crédito Losango

Cartões de Crédito Losango

Leilão de Veículos em Ribeirão Preto SP, Leilões de Carros

Leilão de Veículos em Ribeirão Preto SP, Leilões de Carros