Facebook pode sair do ar na próxima sexta-feira Facebook pode sair do ar na próxima sexta-feira

Facebook pode sair do ar na próxima sexta-feira

O site de relacionamento Facebook poderá sair do ar no Brasil nesta sexta-feira, 4 de outubro, caso a empresa que o administra não cumpra…

Por Élida Santos em 03/10/2013

O site de relacionamento Facebook poderá sair do ar no Brasil nesta sexta-feira, 4 de outubro, caso a empresa que o administra não cumpra uma decisão judicial publicada na quarta-feira, 2 de outubro, pela Justiça paulista. A medida foi anunciada pelo juiz Régis Rodrigues Bonvicino, da 1.ª Vara Cível de São Paulo, que determina a remição de comentários sobre a apresentadora de TV e modelo Luize Altenhofen.

Facebook pode sair do ar (Foto: Divulgação)

Acontece que a apresentadora fez comentário ofensivos, no começo do ano, contra um vizinho que supostamente teria agredido o cão de Luize Altenhofen. Um dos cachorros teriam invadido o jardim do cirurgião dentista Eudes Gondim Júnior, no Butantã, bairro na zona oeste da capital paulista.

De acordo com o advogado do suposto agressor, Paulo Roberto Esteves, o animal teria ameaçado os filhos pequenos de seu cliente, que por uma questão de defesa usou uma barra metálica contra o animal, que sobreviveu a agressão. Como forma de vingança Altenhofen bate o seu carro no portão do dentista.

Publicação no Facebook contra dentista deve ser removida para site continuar no ar

“Quando ela repercutiu a notícia no Facebook isso se espalhou rapidamente, e várias outras pessoas, inclusive artistas, foram dando opiniões agressivas. Na ação indenizatória por danos morais, pedimos que o juiz concedesse a tutela para retirar essas expressões ofensivas da internet. Havia até uma foto dele com uma faixa escrito assassino. O endereço dele também foi divulgado na rede social”, falou o advogado do suposto agressor do cão.

O Facebook solicitou os endereços das páginas que a defesa de Gondim queria a remoção. De acordo com o despacho do juiz, Gondim juntou os endereços e os encaminhou para o Facebook, conforme combinado. Mas no dia 31 de julho, a companhia “afirmou que não é responsável pelo gerenciamento do conteúdo e da infraestrutura do site”.

Facebook pode sair do ar nessa sexta-feira, dia 4 de outubro (Foto: Divulgação)

Facebook se defende da acusação

Em nota, o Facebook Brasil informou que “tem por política cumprir ordens judiciais para bloqueio de conteúdo desde que tenha a especificação do conteúdo considerado ilegal”. A empresa disse que não recebeu os endereços que precisam ser removidos e não declarou se o fará.

A defesa de Luize Altenhofen não foi encontrada para se pronunciar sobre o caso.

Top