Fabio Bórquez Banido do Flickr

O argentino Fabio Bórquez passou por uma situação constrangedora na última sexta-feira.

Ele era responsável por apresentar uma palestra em um simpósio, na Alemanha, sobre as vantagens do Flickr para fotógrafos e profissionais, porém, Fabio foi banido do site por publicar imagens de mulheres nuas. Os problemas de Fabio com site vêm desde 2006, segundo informações, após um ano como membro ativo da comunidade, ele teve seu perfil bloqueado devido algumas imagens de nu artístico, que deveriam ser excluidas de lá para Bórquez não ser banido do site.

“A loucura é tanta, que é permitido publicar imagens violentas e nada acontece, mas se mostra um seio, eles te restringem”. Diz Fabio Bórquez.

Para se livrar do banimento, Fabio decidiu mandar uma mensagem para todos os seus contatos, que invadiram o Flickr com e-mails de reclamação, até que o site liberou novamente a conta. Mas, pouco tempo depois, a conta ficou “moderada” e uma imagem do filho recém-nascido de argentino foi marcada como restrita.
Depois disso, um movimento coletivo de desagravo teve inicio no site. Como forma de protesto foi criada a ação “Being Bórquez” (Sendo Bórquez), que sugeria que 200 imagens do argentino fossem colocadas em uma conta paralela, e que cada um criasse, intercalado, seu próprio nome com o fotógrafo -Fabio José Bórquez- por exemplo. Em apenas um dia, 1.200 usuários se registraram com esse novo “padrão”.
Só que para o fotógrafo, toda essa revolução, não surgiu muito efeito. Já que ele publicava imagens em diversoso blogs com base nos arquivos do Flickr, a perda da conta teve um efeito DOMINÓ em sua relação a sua presença na internet.

Uma pergunta feita para Fabio… “O que ele diria sobre o serviço para sua platéia?”

“Direi que o Flickr é ótimo, mas gerenciado por idiotas.”

Bom, isso é ele quem disse.

Reply