Redacao 23/05/2011 Beleza

Vamos fazer de conta que nossa vida fosse um drink. Sim, nesse drink vamos misturar uma boa dose de sedentarismo, com uma dose ainda maior de estresse e para dar “um diferencial nesse sabor”, vamos por algumas doses “de má alimentação”, “beber pouca água”, “cigarro”. Nossa! Ficou com medo desse drink? Pois é quem “bebe desse overdose”, sente bem seus efeitos, literalmente, na pele.

Brincadeira a parte, é isso que ocorre, por ser o órgão mais exposto do corpo, a pele acaba refletindo todo o nosso relaxo, o nosso descaso com a vida e, principalmente, conosco mesmos. Muitos podem dizer que de qualquer maneira, a pele ficará flácida quando envelhecer, logo, trata-se de um processo inevitável. No entanto, não é bem assim.

Existem muitos exemplos na mídia e mesmo até perto de nosso convívio de pessoas que tem uma idade avançada e que, no entanto, não aparentam essa idade. Já reparou por que isso ocorre? Certamente um dos fatores é a aparência é um deles. E o que reflete uma boa aparência senão uma boa pele. Ou seja é possível retardar o inevitável envelhecimento, representado pela flacidez da pele e dos músculos.

Um das medidas, senão a principal, é a prática de exercícios. Nesse aspecto, recomenda-se a prática de exercícios localizados de força e musculação associados com exercícios aeróbicos e muita caminhada, corrida, natação, bicicleta, futebol, vôlei, basquete. Independentemente de tudo isso, é importante destacar a importância de se fazer constantemente alongamentos, antes de iniciar qualquer prática. É aconselhável que se faça os exercícios por, no mínimo, meia hora por dia, e, no máximo, quatro vezes por dia.

O que tem a ver o músculo com a pele?

Muitos de vocês que estão lendo esse artigo devem estar se perguntando? Caramba, o que tem a ver o combate à flacidez da pele com exercícios para tonificar os músculos? O articulista não está “confundindo alhos com bugalhos”? Saibam que não. Tem tudo a ver, por que? Porque a pele acompanha o músculo, assim, músculos torneados, bem definidos, correspondem a uma pele também mais definida, ou seja, os músculos não trabalhados contribuem o processo de flacidez cutânea.

O que é duro é quando a pele começa a ficar flácida no rosto. Para evitar isso, há uma solução: a ginástica facial.  Essa ginástica é interessante porque elimina todo tipo de tensão que retesa os músculos, relaxando a face. Por meio de exercícios de mastigação e mímica, consegue suavizar as rugas e as linhas de expressão. Como consequência, os músculos do rosto aumentam de volume, ocorre um levantamento da linha dos lábios, dos olhos, das sobrancelhas e das maçãs do rosto ou das bochechas. Nota-se também que a pele fica mais oxigenada.

Alerta

Vale lembrar que há casos em que a flacidez já está bem crônica. Nesses casos somente uma cirurgia poderá resolver. No entanto, em outros casos, a prática de exercícios, associada a uma boa dieta balanceada e ao cultivo de bons pensamentos e do bom humor, certamente será o “drink” certo a ser consumido. E olha que isso não é papo para gente velha, é sabido que segundo algumas pesquisas, a pessoa começa a envelhecer a partir dos 25 anos de idade, então é bom ficar esperto e prolongar a juventude o quanto puder.

Outros artigos

Tratamento Estético para Olheiras – Dicas

19/02/2011

Tratamento Estético para Olheiras – Dicas

Você está pesquisando um bom tratamento estético para olheiras? Então fique atenta (o) a esse artigo, pois logo mais citaremos ótimas opções de cura para essas tão...

Como saber que está obcecado por dieta

19/03/2015

Como saber que está obcecado por dieta

Como saber que está obcecado por dieta? A pergunta parece besta, mas na verdade pode te salvar de algumas situações que indicam um excesso de preocupação com o peso....