Exame que detecta Alzheimer antes da doença se desenvolver

Um novo teste promete detectar de forma precisa, o mal de Alzheimer no estágio inicial da doença, ou seja, antes mesmo de aparecerem os…

Por Editorial MDT em 15/03/2013

Um novo teste promete detectar de forma precisa, o mal de Alzheimer no estágio inicial da doença, ou seja, antes mesmo de aparecerem os sintomas de demência. Segundo cientistas dos Estados Unidos, o exame facilita o tratamento da doença. Saiba mais sobre o exame que detecta Alzheimer antes da doença se desenvolver.

O exame é feito pelo olho do paciente. (Foto: divulgação)

Exame que detecta Alzheimer precocemente

O teste é chamado de Neurotrack sendo feito por meio de um exame computadorizado de movimento ocular seis anos antes do surgimento dos sintomas. Atualmente, a única forma de diagnosticar o Alzheimer é depois que os sintomas já se manifestaram.

Essa tecnologia será disponibilizada em laboratórios farmacêuticos, médicos e hospitais. O teste que foi desenvolvido em colaboração com a universidade Emory, em Atlanta, por neurocientistas, está disponível em duas versões, uma que atua como câmera de infravermelhos e outra como um simples mouse de computador.

O exame promete detectar o Alzheimer precocemente. (Foto: divulgação)

Veja também os primeiros sinais de mal de Alzheimer 

Como funciona o exame

Durante o exame, é estudado o movimento dos olhos das pessoas e como elas veem as novas imagens em comparação com outras conhecidas, sendo possível detectar outras perturbações presentes no funcionamento do hipocampo, parte do cérebro responsável pelas memórias.

O hipocampo é o primeiro a ser afetado pelo Mal de Alzheimer, que acomete em torno de 5,1 milhões de pessoas nos Estados Unidos. O projeto foi criado a 20 anos, testado medindo a evolução dos participantes por um longo período.

Expectativas com a detecção precoce do Alzheimer

Segundo especialistas, a esperança é que em 10 anos exista uma pílula que possa ser tomada para combater o Alzheimer. Sendo necessário, apenas fazer o exame anual para identificar se a pessoa poderia desenvolver a doença.

O intuito dos criadores do Neurotrack é fornecer uma versão para os médicos que custe em média de 300 a 1.000 dólares. Estudos estão sendo feitos para que a nova tecnologia funcione também em celulares ou tablets, onde os resultados seriam mandados para o médico.

O exame pode identificar precocemente o Alzheimer facilitando o tratamento. (Foto: divulgação)

Veja também as fases do mal de Alzheimer

O exame para detectar o Alzheimer antes da doença se desenvolver é um grande avanço da ciência para melhoria da qualidade de vida das pessoas. Através dele novas expectativas surgem em relação à cura precoce da doença e uma melhor qualidade de vida na terceira idade.

Top