Exame de prolactina: o que é, para que serve

Exame de prolactina: o que é, para que serve

Editorial MDT 09/10/2013 Bem Estar

A prolactina é um hormônio que atua na produção do leite humano e quando está presente no sangue em alta quantidade, pode trazer muitas consequências para a saúde da mulher, como a ausência da menstruação gerando infertilidade.  Esse problema é denominado hiperprolactinemia, que está por trás de aproximadamente 20% dos casos de ausência menstrual. Saiba mais sobre a prolactina e para que ela serve.

A prolactina pode indicar presença de tumores. (Foto: divulgação)

Prolactina

A prolactina é um hormônio produzido pela glândula hipófise, que se localiza no interior da caixa craniana, sob uma depressão óssea chama sela túrcica. Ela também é chamada de hormônio do leite, sendo muito importante para o desenvolvimento das mamas e para o aleitamento. Fora do período gestacional, a prolactina está relacionada ao controle dos hormônios femininos. Por isso, o mesmo está relacionado com a regulação da menstruação e da ovulação.

O sintoma mais aparente desse problema é a saída involuntária de leite das mamas. É muito comum especialista pedirem exame de prolactina no sangue quando há alteração na menstruação. Porém, o excesso de prolactina pode acontecer mesmo que não haja alteração do ciclo menstrual.

O exame é feito a partir de uma amostra simples de sangue. (Foto: divulgação)

O que é exame de prolactina

O exame de prolactina é feito através de um exame de sangue comum. Podendo necessitar de um exame de ressonância ou tomografia da hipófise, caso exista a suspeita de tumores. O tratamento é feito de acordo com a causa da elevação da prolactina e mesmo em casos de tumores, o tratamento de primeira escolha é medicamentoso.

O valor normal da prolactina é de até 20 ng/mL no sangue. Quando esse valor está aumentado, é considerado um quadro de hiperprolactinemia. Já quando os valores são superiores a 100 ng/mL sugerem a presença de tumor benigno secretor de prolactina, chamado de adenoma.

A prolactina é um hormônio polipeptídico produzido pelas células da hipofise. A dosagem desse hormônio tem interesse diagnostico de tumores hipofisários na avaliação da amenorreia secundária, em distúrbios menstruais associados ou não a galactorréia, nos casos de impotência sexual masculino e hipogonadismo.

A prolactina atua na produção do leite materno. (Foto: divulgação)

A prolactina é um hormônio que atua na produção do leite materno.  O estresse prejudica a produção do leite materno por interferir na produção desse hormônio. O exame de prolactina é usado para dosar a quantidade de hormônio que está sendo produzido e mediante aos resultados avaliar a presença de patologias associadas.

Outros artigos

10 carros mais econômicos no Brasil 2016

23/02/2016

10 carros mais econômicos no Brasil 2016

Conheça os 10 carros mais econômicos no Brasil 2016, que aparecem como boas opções de compra para quem não quer gastar muito na hora de abastecer o automóvel. [ca...

Película de smartphone: como aplicar

02/01/2013

Película de smartphone: como aplicar

Para evitar que a tela de seu smartphone sofra arranhões, riscos, acúmulo de poeira e manchas de gordura, muita gente recorre às películas protetoras de smartphone, ...