Estudo mostra que alcoolismo aumenta a probabilidade de morte por câncer

Segundo um estudo italiano, o alcoolismo aumenta a probabilidade de morte associada a diversas doenças, até mesmo o câncer. O grupo do Instituto para…

(Imagem: Foto divulgação)

Segundo um estudo italiano, o alcoolismo aumenta a probabilidade de morte associada a diversas doenças, até mesmo o câncer.

O grupo do Instituto para o Estudo e a Prevenção do Câncer, em Florença, utilizou dados de alcoólicos que se trataram no centro de álcool da cidade entre 1984 e 2001. No total, 2.272 pessoas estavam nesses documentos, a maioria de meia idade.
“Nosso estudo trouxe fortes evidências de que o vício do álcool aumenta, significativamente, o risco de morte por várias causas, em comparação com a população geral de um país mediterrâneo”, informa Domenico Palli, autor da pesquisa.

“Os alcoólicos parecem ter um risco maior de morte por doenças específicas, como infecções, diabetes, doenças dos sistemas imunológico, nervoso, cardiovascular e digestivo, assim como por causas violentas”, enumera Palli.

“O papel do álcool como um cancerígeno ‘dietário’, também ficou bem claro. Os maiores riscos foram encontrados nos cânceres de faringe, boca, fígado e laringe, mas o risco de outros cânceres – esôfago, reto, pâncreas e câncer de mama – também aumentou”, conclui.

Segundo o estudo, as mulheres viveram mais tempo do que os homens. Isso pode ser pelo fato delas se preocupam mais com a saúde e, na maioria das vezes, iniciam o tratamento contra a doença antes dos homens.

Top