Estresse crônico causa diabetes: saiba mais

Estresse crônico causa diabetes: saiba mais

O estresse é um problema cada vez mais comum na sociedade atual e que, quando presente de forma persistente, pode ter repercussões importantíssimas ao…

Por Editorial MDT em 04/04/2015

O estresse é um problema cada vez mais comum na sociedade atual e que, quando presente de forma persistente, pode ter repercussões importantíssimas ao organismo, provocando uma série de doenças, dos mais variados tipos. A crença de que o diabetes pode aparecer depois de um período de estresse intenso é bastante antiga, mas muitos não acreditam que essa informação possa ser verdadeira. Acabe com as dúvidas e entenda como Estresse crônico causa diabetes: saiba mais.

O estresse crônico é um problema bastante comum. (Foto: divulgação)

Estresse crônico causa diabetes: saiba mais

Atualmente o termo “estresse” é utilizado para se referir a qualquer tipo de sobrecarga emocional ou física, que pode variar desde situações mais brandas, do dia a dia, até as mais intensas. Um bom exemplo são as pessoas que acabam tendo um dia de trabalho mais intenso e o definem como “estressante”.

O que muita gente não sabe é que o estresse é uma resposta natural do organismo, e que em um passado remoto, como na era das cavernas, foi muito importante para a manutenção da vida. O estilo de vida moderno expõe constantemente as pessoas a diversos agentes estressores, de modo que uma resposta que deveria ser pontual acaba se tornando permanente.

Primeiras pesquisas sobre o assunto

Para poder acabar com as dúvidas de uma vez por todas é necessário procurar evidências científicas que comprovem a relação entre diabetes e estresse. A ideia de que o estado emocional do indivíduo poderia influenciar diretamente no desenvolvimento de outras doenças, como o diabetes, existe desde o século 17.

O diabetes pode ser desencadeado por fatores relacionados ao estresse crônico. (Foto: divulgação)

Os primeiros relatos sobre o tema são do médico inglês Thomas Willis, que viveu entre 1621 e 1675, e percebeu que indivíduos que passavam por estado de tristeza ou estresse muito intenso acabam desenvolvendo o diabetes.

A relação do estresse com a diabetes

De acordo com uma pesquisa dinamarquesa publicada em 2009 na revista médica Journal of Internal Medicine, homens que se definiram como estressados apresentaram duas vezes mais chances de desenvolver o diabetes do que os menos estressados. A explicação é simples. O estresse emocional é capaz sim de aumentar o risco de desenvolver diabetes, por diversos motivos:

  • O estresse crônico é capaz de aumentar os níveis de cortisol, um hormônio que, dentre várias outras funções, é responsável por aumentar a gordura abdominal, que por sua vez está intimamente relacionada à ocorrência da diabetes.
  • Pessoas estressadas geralmente apresentam alguns comportamentos de risco, como maus hábitos alimentares, tabagismo, alcoolismo e sedentarismo.

Diversos fatores de risco para o diabetes podem ser estimulados pelo estresse. (Foto: divulgação)

Riscos do estresse na causa da diabetes

A conclusão que os estudiosos chegaram é a de que o estresse crônico, ou seja, aquele mantido por longos períodos, está sim associado ao desenvolvimento da diabetes. Por outro lado o estresse agudo, como o resultado de um dia mais cansativo no trabalho, evento traumático ou perda de algum ente querido, não tem uma relação bem estabelecida com a doença.

Top