Estrabismo na infância: como tratar?

Algumas crianças apresentam um desalinhamento dos olhos que é conhecido como estrabismo. Ele acomete uma pequena parte da população infantil e quando devidamente tratado,…

Por Editorial MDT em 14/04/2012

Algumas crianças apresentam um desalinhamento dos olhos que é conhecido como estrabismo. Ele acomete uma pequena parte da população infantil e quando devidamente tratado, pode resultar na cura. Confira algumas informações sobre como tratar o estrabismo na infância.

O estrabismo acomete uma pequena parte da população infantil

☰ CONTEÚDO

Definição

Quando ocorre um defeito de posicionamento dos olhos, ou seja, quando o olhar se orienta para uma direção e o outro olho se dirige a posição contralateral, afirmamos que a criança possui estrabismo. Portanto, esse problema nada mais é do que a falta de alinhamento entre os olhos, que pode ser notada de forma contínua ou, em apenas alguns momentos específicos. Ele é uma condição clínica muito comum entre as crianças, atingindo meninas e meninos na mesma proporção.

Causas

Sabe-se que os movimentos dos olhos são efetuados por seis músculos, sendo que todos eles devem trabalhar juntos e em equilíbrio. Através desse sistema de integração, é possível manter os olhos alinhados. Porém, a causa que leva ao desalinhamento ocular ainda é desconhecida.

Diagnóstico

O principal sinal de estrabismo é o desvio de um ou de ambos os olhos. Em alguns casos, a crianças que possui estrabismo pode fechar ou desviar os olhos diante um estímulo luminoso, ou mesmo, entortar a cabeça para poder alinhá-los. Assim que os pais ou familiares percebam o desalinhamento ocular, a crianças deverá ser encaminhada a um especialista.

Para evitar transtornos futuros, o ideal é realizar o exame oftalmologico precoce.

Tratamento

O tratamento do estrabismo consiste, primeiramente, em excluir outras causas que podem levar ao desalinhamento dos olhos, como: catarata, doenças da retina, tumores, alta miopia ou hipermetropia. Em seguida, o especialista poderá se basear em alguns objetivos, sendo que eles podem ser divididos da seguinte maneira:

  • Primeiro objetivo: colaborar com uma boa visão em cada olho. Assim, no início pode ser utilizado o “tampão”.
  • Segundo objetivo: olhos posicionados de maneira correta. Para cumprir essa tarefa a criança poderá fazer uso de óculos, alguns medicamentos específicos, exercícios oculares e, até mesmo, ser submetida à cirurgia. A escolha dependerá da avaliação do especialista.

 Algumas observações importantes

  • É importante ressaltar que o estrabismo não desaparece com o crescimento. Portanto, quanto mais precoce for feito o exame oftalmológico, mais rápido será o tratamento, o que resulta em um melhor resultado visual.
  • O tratamento inicial do estrabismo não é o cirúrgico, e pode ser feito através do uso de colírios, óculos e exercícios.

O uso de óculos pode ajudar a corrigir esse problema

É importante ficar atento e não deixar de seguir as recomendações, caso desconfie de algum problema ocular durante a infância.

Top