Estado de emergência: cidades catarinenses atingidas pela chuva

Desde segunda-feira, 05 de Setembro, o estado de Santa Catarina vem sofrendo em decorrência das fortes chuvas que atingem  todo o território. Nesta sexta-feira,…

Por Redacao em 09/09/2011

Desde segunda-feira, 05 de Setembro, o estado de Santa Catarina vem sofrendo em decorrência das fortes chuvas que atingem  todo o território. Nesta sexta-feira, 09 de Setembro, subiu para 15 o número de cidades em estado de emergência, são elas: Angelina, Bocaina do Sul, Brusque, Caçador, Correia Pinto, Ituporanga, José Boiteux, Leoberto Leal, Navegantes, Pouso Redondo, Rio das Antas, Rio dos Cedros, São João Batista, Tijucas e Witmarsum.

As enxurradas tomam conta das cidades e colocam em risco as vidas de toda população local. A Defesa Civil informou que mais de 660 mil pessoas foram afetadas pelas inundações e dentre elas 37 mil estão fora de casa. Junto com essas catástrofes já foram confirmadas duas mortes. Uma delas ontem, 8 de Setembro, em Guabiruba, a 110 km da capital de Florianópolis. A vítima é um idoso de 65 anos que faleceu depois de subir no telhado de casa que desmoronou logo em seguida. A outra vítima foi confirmada na manhã de hoje, quando dois homens estavam em um barco na cidade de Rio do Sul e foram atingidos quando o remo relou em um fio de alta tensão, apenas um morreu e outro está hospitalizado.

Em decorrência das enchentes há ainda comunidades isoladas pelas águas em quatro cidades do estado: Agronômica, Blumenau, Ilhota e Itajaí. De acordo com o major da Defesa Civil, Aldo Batista Neto, toda a equipe está montando uma ação para chegar a essas regiões isoladas, por meio de helicópteros. Estima-se ainda que possam existir outros casos como esses, mas que ainda não foram informados.

Segundo informações divulgadas pela Defesa Civil cerca de 8 mil casas foram destruídas e 49 municípios enviaram uma notificação preliminar de desastre.

Uma das cidades mais atingidas é Blumenau na qual o Rio Itajaí-Açu, que passa pela cidade, subiu 12,4 metros acima do normal.  As águas do Rio invadem as casas e carros dos moradores, que estão perdendo grande parte de seus pertences. Com o estado de calamidade declarado pela cidade, esta já pode ser considerada a pior enchente dos últimos 20 anos que Blumenau enfrenta. Além dos alagamentos, os deslizamentos também tomam conta de alguns bairros. Com isso já são cerca de 15 mil pessoas desabrigadas e para confortá-las existem apenas 72 abrigos para eles na cidade. O estado também afetou a energia elétrica da cidade e até impediu que algumas indústrias trabalhassem, ou por causa da dificuldade dos funcionários de chegarem até elas ou porque também estão alagadas.

A Defesa Civil aconselha as famílias buscarem os lugares mais seguros, longe de riscos de deslizamentos. Todos também devem ficar atentos aos sistema de transportes, já que muitos deles não estão funcionando. O cuidado nas rodovias para dirigir também é indispensável, em decorrência do risco de quedas de barreiras e pistas escorregadias. É importante que todos saibam que o governo trabalha junto com as prefeituras para encontrar soluções para os problemas.

Confira abaixo imagens do estado alarmante de Santa Catarina:

Top