Esportes para praticar junto com o pai

Praticar esportes é extremamente saudável, ainda mais se for ao lado de quem a gente ama. Por isso, você pode estreitar os laços com…

A prática de atividade física entre pai e filho pode ajudar a estreitar ainda mais os laços familiares.

Praticar esportes é extremamente saudável, ainda mais se for ao lado de quem a gente ama. Por isso, você pode estreitar os laços com o seu filho investindo em alguma atividade, como futebol, bicicleta, natação etc.

A escolha do esporte ideal depende de uma série de fatores, principalmente do perfil do garoto. O importante é fazer com que ele não fique parado e incentivá-lo a adotar hábitos saudáveis desde pequeno. Não custa nada lembrar que a prática de atividades físicas melhora a qualidade de vida, diminuindo a taxa de gordura no sangue, fortalecendo a musculatura, aliviando o estresse etc. E, no caso das crianças, ela também traz benefícios a longo prazo, reduzindo o risco de doenças na fase adulta.

Respeitando a faixa etária

Opções não faltam para você se divertir ao lado do seu filho.

A escolha do esporte para ser praticado junto com o pai deve respeitar a faixa etária de ambos. Por exemplo, não faz sentindo um adulto colocar um menino de oito anos para jogar bola junto com os seus amigos. Por isso, se o seu filho ainda está na fase infantil, você pode acompanhá-los em atividades como natação, tênis de mesa, bicicleta etc. O importante é que a brincadeira tenha caráter lúdico e sirva para aproximá-lo ainda mais de você.

Confira: Esportes saudáveis para todas as idades – cuidados.

A partir do momento que o seu filho começar a adquirir maturidade (física e mental) já é possível convidá-lo para participar de suas atividades. Chame-o para jogar futebol (ou qualquer outro esporte coletivo do seu gosto), correr, ir à academia ou praticar algum tipo de luta. Opções não faltam para vocês se divertirem e melhorarem a qualidade de vida juntos.

Leia Também:  Livros para pais solteiros: dicas

Entretanto, os especialistas ressaltam que a prática esportiva adotada precisa ser adequada ao ritmo físico, intelectual e psicológico do seu filho para não colocar a sua saúde e segurança em risco.

Respeitando a personalidade

É importante que o esporte escolhido respeite a personalidade da criança.

É importante que você não force o garoto a praticar uma atividade que não lhe agrade. Caso perceba que o interesse da criança por um determinado esporte não é muito grande, não insista, antes tente descobrir de qual atividade ele gosta mais e se envolva. Assim, você vai conseguir incorporá-la à sua rotina e fazer com que ele queira levá-la adiante.

Veja também: Benefícios da natação para os bebês.

Além disso, quando estiver praticando algum esporte com o seu filho, tome cuidado para não sobrecarregá-lo de cobranças. Esse tipo de pressão pode atrapalhar o seu desempenho, bem como trazer prejuízos a sua saúde e à relação familiar. O esporte precisa ser algo prazeroso e que melhore ainda mais o relacionamento entre vocês dois.

Top