Esmaltes com nomes machistas

Esmaltes com nomes machistas

Esmaltes com nomes machistas ganharam as redes sociais depois que uma linha da Risqué começou a ser criticada por levar nomes de homens, como…

Por Élida Santos em 26/03/2015

Esmaltes com nomes machistas ganharam as redes sociais depois que uma linha da Risqué começou a ser criticada por levar nomes de homens, como André, Fê, Guto, Léo, João e Zeca, além de frases pejorativas. A ideia era brincar e ter esmaltes, que são muito femininos, com nomes masculinos e ganhar o coração feminino. Mas algumas mulheres acharam a campanha muito machista e não aceitaram bem essa ideia.

Esmaltes com nomes machistas (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Esmaltes para usar no carnaval 2015

Esmaltes com nomes machistas

Esmaltes com nomes machistas existem há muito tempo, mas somente agora que resolveram olhar para trás e entender melhor esse tipo de campanha com frases e nomes que podem ser interpretados como uma forma de denegrir as imagens das pessoas nas redes sociais e no mundo bem real, onde um mulher que sofre assédio pode ser culpada por isso dependendo do modo como se veste, por exemplo.

Esmaltes machistas (Foto: Divulgação)

Polêmica nas redes sociais

A Risqué lançou a campanha pedindo para as mulheres usarem a hashtag #homensquemamos relacionando aos esmaltes. Mas os comentários começaram a aparecer com #homensquemamos como forma de pedir mais respeito pela mulher e para criticar a campanha nas redes sociais.

Nomes que causaram muita polêmica (Foto: Divulgação)

Saiba mais informações sobre: Nova coleção de esmaltes Colorama 2015

Mais elogios e menos frases machistas

Essa campanha contra o machismo nos esmaltes gerou pedidos de uma linha somente com elogio as mulheres e não para os homens. As mulheres começaram a colocar frases e aliar a frase #homensquemamos nas redes sociais que mostram a indignação com ‘encoxadas’ que recebem em coletivos, cantadas que levam nas ruas somente pelo fato de andar pelas ruas independente da roupa e local, e até piadinhas de mau gosto, como as que acontecem com relação a mulheres que dirigem ou exercem cargos considerados mais masculinos.

 

Aposte nessa novidade (Foto: Divulgação)

Linhas de esmaltes com nomes bem indigesto para as feministas

A linha Homens que Amamos é somente uma fração de vários esmaltes com nomes que poderiam ser considerados machistas também. Quer algum exemplo? Aí vai então: Fiu Fiu, Me segura, Me belisca, Ô Meu Santo Antônio, Beijo roubado e Boneca de luxo. Parece mais machista que André fazendo o jantar, mas não pegaram o momento politicamente correto da sociedade.

Top