Escritório de Arquitetura Índio da Costa

Caro leitor (a) quando será que as pessoas irão se conscientizar que o “Planeta pede Socorro” e começar a prestar mais atenção aos chamados…

Caro leitor (a) quando será que as pessoas irão se conscientizar que o “Planeta pede Socorro” e começar a prestar mais atenção aos chamados de alerta da mãe natura? Será que essas catástrofes que são expostas pelos meios de comunicação vindas de praticamente o mundo todo não é um grito desesperado de um planeta a beira de um colapso total? Perguntas que só o tempo poderá responder.

Se todos fizessem sua parte nem que fosse uma pequena parte para começar a mudar essa história, talvez nossos descendentes desfrutariam de um futuro melhor, mas nem tudo esta perdido, nem todas as pessoas são totalmente dependentes de tecnologia, pois tecnologia hoje que não falta, mas será que é indispensável para nossa sobrevivência?.

Um exemplo muito interessante do que falo e o parabenizo por tal feito é para o escritório de Arquitetura Índio da Costa que deixou de lado algumas parafernálias da tecnologia e aproveitou os recursos naturais ao seu favor, e vem mudando a cara do Rio de Janeiro com alguns projetos que o povo carioca já se deparou em alguns pontos da cidade, e se expande Brasil adentro com seus projetos que são uma mistura de mobilidade e plano de construção ecológico.

O escritório localiza-se em Botafogo é um casarão antigo que nos anos 70 o arquiteto e urbanista Eduardo Índio da Costa abriu seu escritório e anos mais tarde passou por grande reforma e se transformou num modelo de como a construção pode estar em harmonia com o meio ambiente, e o mais bonito que conscientização ambiental vem passando de pai para filho com a entrada de Guto Índio da Costa para o grupo para tomar conta da área de design e dar prosseguimento aos belos projetos realizado por toda a equipe.

Na ampliação do casarão numa das suas laterais não existem paredes, mas sim toldos de lona branca que descem da cobertura e controlam a entrada de sol, sendo que por meio deste tudo fica naturalmente arejado e claro e conseqüentemente há uma redução de luz artificial e do ar condicionado.

Há uma grande parede na outra lateral onde desce uma lamina d água funcionando como um sistema de cascata artificial, mas um meio encontrado para manter o ambiente refrigerado sem ter que usar energia elétrica, e na fachada norte que fica de frente para a rua há uma cobertura vegetal que foi projetada para ajudar a diminuir o calor.

O imóvel não possui telhado tradicional, mas sim uma cobertura metálica preenchida por poliuretano fazendo com que o isolamento térmico seja reforçado, o revestimento foi pintado de branco com o intuito de aumentar o reflexo da radiação solar direta não por toda casa, pois há uma parte do telhado com placas de vidro laminados e translúcidos inclinados que criam fendas laterais para que o ar quente possa subir ou possa sair, além de aumentar a entrada de luminosidade natural no casarão, e as divisórias da casa são todas feitas de vidro para ampliar a entrada de luz, num total o terreno tem dois mil metros que estão divididos em quatro setores de criação mais a biblioteca, espaço para happy-hours, sala de reuniões.

Mas os projetos do escritório índio da costa não param por aqui eles contribuíram para muitas outras construções como, por exemplo, para o bairro carioca do Leblon em 1994, para o projeto do complexo do Inmetro entre outras tantas.

Deixarei alguns links onde o leitor (a) pode visualizar algumas obras realizadas por esses construtores e demais que visam não apenas o presente, mas sim o futuro do nosso País, não deixe de conferir vale apena lhe garanto.

Feitos realizados pelo escritório Índio da Costa:

http://www.arcoweb.com.br/arquitetura/indio-da-costa-audt-escola-sesc-esem.html

http://www.arcoweb.com.br/arquitetura/indio-costa-arquitetura-design-destaque-regional-12-12-2002.html

http://www.arcoweb.com.br/noticias-em-geral/indio-costa-grande-vencedor-premio-asbea-veja-todos-ganhadores-03-12-2010.html


Top