Escola Solidária 2011

A Escola Solidária 2011 é um projeto que tem como objetivo despertar o interesse de crianças e jovens para as atividades voluntárias. A proposta…

A Escola Solidária 2011 é um projeto que tem como objetivo despertar o interesse de crianças e jovens para as atividades voluntárias. A proposta é nobre, já está mobilizando várias instituições de ensino pelo Brasil e contribui com as comunidades em diferentes aspectos. O projeto é resultado de uma parceria entre o Instituto Faça Parte com o MEC.

Com a crença de que a solidariedade melhora as pessoas, a Escola Voluntária tem assumido um importante papel na formação dos alunos. Partindo da idéia de que a educação é a base de qualquer ser humano, quando uma pessoa entra em contato com atitudes solidárias logo nos seus primeiros anos de escolarização, já consegue formar uma visão muito mais conscientizada do mundo e suas necessidades.

Instituições públicas e particulares podem se inscrever no projeto de solidariedade para receber o Selo de Escola Voluntária 2011. A iniciativa tem feito tanto sucesso que o período de inscrições pela internet foi prorrogado por mais alguns dias. Com esse selo a escola terá reconhecimento por suas atividades de educação solidária e poderá divulgar o trabalho com voluntariado educativo.

Por muito tempo a educação básica se concentrou em formar indivíduos alienados, ou seja, inerentes aos problemas sociais e aos aspectos da realidade. No entanto, a Escola Solidária foi criada para mudar isso, valorizando ações humanas, identificando dificuldades e transformando a vida de cada pessoa que precisa de ajuda.

Crianças e jovens que freqüentam uma Escola Solidária com certeza desenvolvem uma postura crítica muito mais forte, amadurecem mais rápido, aprendem a cooperar com o próximo e a melhorar a vida da comunidade. Os alunos do voluntariado educativo desenvolvem principalmente uma nova capacidade para pensar, sentir e agir.

Como funciona a Escola solidária?

 

Continuar Lendo  Por que soluçamos?

Os projetos da Escola Solidária terão como finalidade formar alunos conscientes dos problemas sociais e com um afinado espírito corporativo. As iniciativas de solidariedade caracterizam o projeto, tais como as situações de aprendizagem propostas no ambiente escolar para estimular os alunos a assumirem uma postura solidária. Todo o conhecimento adquirido na escola está uma importante ferramenta para que jovens e crianças coloquem em prática a solidariedade onde moram.

Para a escola participar do projeto do Instituto Faça Parte, primeiro a equipe precisa desenvolver um voluntariado educativo, ou seja, uma espécie de projeto que será defendida pela instituição caso ela receba o selo. É importante que as atuações sociais tenham caráter pedagógico e sejam bem explicadas na auto-avaliação. Uma vez ganho o selo, a escola terá que renová-lo a cada dois anos com uma nova inscrição.

Em sua 5ª edição, as inscrições Escola Solidária acontecem pela internet, através do preenchimento de todas as informações do formulário de cadastro. Primeiro é necessário informar detalhes de identificação da escola, em seguida falar sobre o projeto e seus responsáveis, responder o questionário proposto pelo Instituto Faça Parte e por fim o envio da inscrição.

Não é qualquer escola que pode participar do programa e ganhar o selo, ela precisa já desenvolver um projeto de solidariedade entre 2010 e 2011 para conseguir ser reconhecida. O perfil de cada instituição será avaliado por uma equipe especializada e o resultado oficial será publicado no site do Instituto Faça Parte em setembro de 2011.

A iniciativa da Escola Solidária já conta com grandes patrocinadores e com isso consegue se munir de recursos para orientar as instituições participantes. Cada escola tem suas experiências de voluntariado educativo divulgada, recebe material de apoio para as atividades e envia um representante aos eventos do Faça Parte, assim quando solicitado.

Continuar Lendo  Páscoa 2016 Data

Se a escola já desenvolve atividades voluntárias então acesse o site Faça Parte e realize a inscrição.

Top