Esclareça as principais dúvidas sobre a gripe aviária

O vírus da gripe aviária H7N9 voltou a atacar e infectou 61 pessoas na China, sendo que 14 delas foram a óbito, segundo informações do…

O vírus da gripe aviária H7N9 voltou a atacar e infectou 61 pessoas na China, sendo que 14 delas foram a óbito, segundo informações do departamento de saúde da província de Jiangsu. Saiba mais sobre a gripe aviária e esclareça suas principais dúvidas.

Pessoas que mantém contato com animais infectados estão em risco de desenvolver a doença. (Foto: divulgação)

O que é gripe aviária

A gripe aviária é uma infecção gripal transmitida por aves. O vírus que infecta esses animais pode se modificar e infectar humanos. Essa mutação pode começar uma epidemia fatal em todo o mundo, pois os sintomas são capazes de causar morte e não há medicamento pra seu tratamento.

O primeiro vírus influenza a infectar pessoas ocorreu na cidade de Hong Kong, em 1997. A epidemia estava ligada às galinhas e foi classificada como influenza A (H5N1). Em seguida, começaram a surgir novos casos na Ásia, Europa, África, Indonésia e outros continentes.

A gripe aviária é capaz de sobreviver em um ambiente por muito tempo. A infecção se dá através do contato com superfícies contaminadas. As aves que possuem o vírus podem continuar a transmissão do agente causador da doença  através das fezes e da saliva por até 10 anos.

Veja também gripe aviária pode ser uma ameaça 

Pessoas mais suscetíveis ao vírus da gripe aviária

  • Pessoas que trabalham com aves;
  • Indivíduos que tem contato com pássaros infectados;
  • Viajantes que vão para países com casos da doença;
  • Pessoas que comem carne de frango crua ou malpassada;
  • Profissionais de saúde e familiares em contato com pacientes infectados.

    O vírus da gripe aviária sofre modificação genética. (Foto: divulgação)

Sintomas da gripe aviária

Os sintomas da infecção pelo vírus da gripe aviária dependem de sua forma. A infecção pelo vírus H5N1 gera sintomatologia semelhante a gripe comum, que incluem:

  • Tosse (seca ou produtiva);
  • Dificuldades de respirar;
  • Febre acima de 38 graus;
  • Diarreia;
  • Dor de cabeça;
  • Corrimento nasal;
  • Dor de garganta;
  • Mal-estar.

Gripe aviária (H7N9) volta atacar na China

A agência Xinhua divulgou no último domingo que o vírus da gripe se propagou à província de Henan, após ter sido registrado o primeiro caso humano na cidade de Pequim. Anteriormente, o vírus H7N9 tinha atingido somente três províncias do leste do país (Zhejiang, Jiangsu e Anhui) e o município de Xangai, grande metrópole da região.

A indústria das aves de curral na china perdeu mais 1,24 bilhões de euros desde o primeiro caso de infecção no ser humano, de acordo com o jornal Global Times. As pessoas devem segurar o medo para evitar um desastre no comércio desses animais.

Antes de aparecerem os primeiros casos na China, a cepa H7N9 da gripe aviária não tinha sido transmitida ao ser humano. Assim como ocorre com o H5N1, a mais comum, os cientistas temem que as mudanças virais permitam  contaminações de uma pessoa a outra, o que poderia causar uma pandemia.

A gripe aviária volta a aparecer na China e causa novos óbitos. (Foto: divulgação)

Veja também gripe A, sintomas, cuidados e tratamento

A gripe aviária é uma doença viral que afeta aves e pode ser transmitida para os seres humanos, podendo levar até a morte. A doença sofre mutação genética dificultando o tratamento, sendo assim é indispensável tomar a vacina contra a doença para se prevenir.


Top