Erros comuns na criação de um filho

Educar crianças não é uma tarefa fácil, especialmente para os pais de primeira viagem. Entretanto, é necessário prestar muita atenção a alguns detalhes fundamentais…

Por Editorial MDT em 24/02/2013

Educar crianças não é uma tarefa fácil, especialmente para os pais de primeira viagem. Entretanto, é necessário prestar muita atenção a alguns detalhes fundamentais para a formação de um bom cidadão, com boa saúde física e emocional. Conheça os erros mais comuns na criação dos filhos e confira dicas para evitar esse tipo de problema.

Confira dicas importantes de como educar crianças emocionalmente saudáveis. (Foto: divulgação)

1. Tirar a autoridade do pai ou mãe na frente da criança

É muito importante que os pais da criança entrem em acordo com relação ao que é permitido ou não. Ser proibido de fazer determinada coisa por um dos pais enquanto o outro acaba passando por cima da ordem e permitindo o contrário, pode ser bastante confuso para a mente infantil, que acaba entendendo que o limite imposto por um dos pais não é verdadeiro. É natural que o casal acabe discordando em alguns pontos, mas eles devem ter uma conversa em particular para encontrar a melhor solução do problema.

Veja dicas de como ensinar responsabilidade ao filho.

2. Mau exemplo

É fato que os pais são referências importantes na vida do filho e um exemplo acaba valendo muito mais do que conselhos e sermões. O velho ditado “faça o que eu digo e não o que eu faço” não vale, e é fundamental que os pais mantenham bons hábitos para que o pequeno aprenda a levar um estilo de vida saudável, como não fumar, comer verduras e legumes e dormir cedo.

Os pais devem dar o exemplo até mesmo na hora de comer. (Foto: divulgação)

3. Satisfazer todos os desejos infantis

Os pais devem entender que ceder à birra é deixar com que a criança fique no comando, achando que é capaz de conseguir tudo o que deseja, na hora que quiser, à base de choro e escândalo. É preciso ter muita paciência, pois os filhos desafiam os mais velhos e buscam limites o tempo todo. O melhor a fazer é tentar contornar a situação com o diálogo, explicando que a birra não irá adiantar.

Saiba como lidar com crianças birrentas.

4. Deixar de dar explicações

Os pais não devem ser ditadores, que obrigam os filhos a obedecer regras da maneira que bem entenderem. É preciso que os pais saibam que fica muito mais fácil obedecer quando o pequenino entende o motivo, enquanto que simplesmente dizer “não pode” ou “não vai” só deixa o filho com raiva e confuso.

5. Dizer “mentirinhas”

Por mais que sejam aparentemente boas, as “mentirinhas” nunca devem ser contadas, mesmo que seja para fazer a criança dormir mais cedo ou comer verdura. Os pequenos são muito mais espertos do que se imagina e podem acabar percebendo, com o tempo, as mentiras dos pais, rompendo a confiança que depositava neles. Outro problema é que a criança também pode passar a mentir.

Aprenda a lidar com mentiras de crianças.

Ceder à birra é deixar a criança no controle da situação. (Foto: divulgação)

Pais preocupados em educar crianças emocionalmente saudáveis devem conhecer os erros mais comuns na criação dos filhos, para que possam evitar situações importantes para o desenvolvimento infantil, seguindo algumas dicas que muitas vezes acabam sendo deixadas de lado.

Top