Erros comuns ao cuidar de cabelos oleosos

Quem tem cabelos oleosos sabe o quanto é difícil conviver com isso. Faz-se de tudo, mas eles estão sempre com aquela aparência ruim, parecendo…

Quem tem cabelos oleosos sabe o quanto é difícil conviver com isso. Faz-se de tudo, mas eles estão sempre com aquela aparência ruim, parecendo sujos e causando um enorme desconforto. No verão, o problema fica ainda pior, devido ao suor do couro cabeludo, que aumenta a concentração de sebo, na raiz dos fios. Na ânsia de manter a cabeça limpinha, muitas pessoas cometem erros ao cuidar de cabelos oleosos. O resultado é uma piora notável do problema. Veja, abaixo, os hábitos mais frequentes e que não ajudam, em nada, quem sofre com isso.

Lavar os cabelos com água quente piora o problema (Foto: Divulgação)

Lavagem dos cabelos oleosos

É um erro pensar que a lavagem diária dos cabelos pode aumentar a produção de sebo. Quem tem cabelos oleosos deve, sim, lavá-los diariamente, pois isso irá contribuir com a sua limpeza. Entretanto, é fundamental usar shampoos e condicionadores indicados para o controle da oleosidade. Eles limpam e não prejudicam os fios. Ao lavar os cabelos, é indicado aplicar o shampoo apenas no couro cabeludo. Já os condicionadores devem passar bem longe da raiz. Os shampoos antirresíduos, por outro lado, não podem fazer parte da rotina diária de ninguém. É um erro pensar que eles devem ser usados, todos os dias, como forma de limpeza do couro cabeludo. Este tipo de produto age profundamente nos fios e acaba por ressecá-los, se for usado com exagero. O ideal é lavar os fios a cada 15 dias, com este shampoo.

Condicionadores e cremes devem passar longe da raiz (Foto: Divulgação)

Água quente em cabelo oleoso é um grave erro. Toda fonte de calor, próxima à raiz dos fios, faz com que as células produzam ainda mais sebo. O ideal é lavá-los com água fria ou, no máximo, morna, afinal, no inverno é quase impossível não usar água quente. Outros hábitos errados estão relacionados com o calor, como o uso constante de secadores, chapinhas ou babyliss. Estes aparelhos também esquentam o couro cabeludo e fazem com que o sebo aumente. É preciso evitá-los.

Leia Também:  Tratamento de Peeling de Diamante, Preços

Outros hábitos errados para cabelos oleosos

Passar as mãos no cabelo, constantemente, o deixa ainda mais oleoso (Foto: Divulgação)

O uso de bonés e chapéus prejudica o couro cabeludo, pois ele fica privado de ventilação. Com isso, a produção de óleo aumenta, além de favorecer o surgimento de fungos. Este hábito é mais comum nos homens. Outro erro está em passar as mãos, constantemente, nos fios. Isso estimula as glândulas sebáceas, além de colocar a sujeira das mãos em contato com os cabelos, tornando-os mais sujos. Para finalizar, a dica é nunca utilizar cremes e condicionadores muito pesados, nem aplicá-los próximos à raiz. O leave-in, por exemplo, é essencial, mas deve permanecer apenas no comprimento dos fios.

Saiba sobre este tipo de cabelo: Cabelos oleosos: mitos e verdades

Confira as dicas de produtos: Shampoos e condicionadores para cabelos oleosos

Top