Erros comuns ao aplicar rímel

O rímel (ou máscara para cílios) é um item de extrema importância, na maquiagem. Embora, hoje, existam dezenas de produtos revolucionários para um makeup…

O rímel (ou máscara para cílios) é um item de extrema importância, na maquiagem. Embora, hoje, existam dezenas de produtos revolucionários para um makeup perfeito, os rímeis estão entre os mais antigos e já fizeram milagres para muitas mulheres. Isso porque eles “imitam” aqueles cílios lindos, volumosos e pretinhos que pouquíssimas felizardas têm. O olhar fica muito mais bonito e atraente com os pelinhos mais evidentes. Além disso, com sombras bem aplicadas, eles formam um belo contraste com as cores das pálpebras e a dos próprios olhos.  Contudo, para conseguir esse efeito, é preciso conhecer algumas simples técnicas. Muitas pessoas não as conhecem e acabam cometendo erros ao aplicar rímel, não alcançando o final desejado. Veja como fazer.

O rímel deve ser aplicado, da raiz às pontas dos cílios (Foto: Divulgação)

Direção de aplicação errada

Muitas pessoas julgam que a aplicação de rímel pode ser feita de qualquer maneira. Isso é um erro. Para que se possa conseguir o efeito desejado, é preciso saber a direção correta de aplicação. Deve-se começar pela raiz dos pelos, seguindo em direção às pontas. Para melhorar a tarefa, pode-se ainda olhar para baixo, enquanto se coloca o produto. Isso deve ser feito na parte de baixo dos cílios. Outro erro comum ao aplicar rímel é fazê-lo de forma exagerada, nos cílios inferiores. Nesta parte dos olhos, basta apenas dar pinceladas nos pelinhos. Isso serve para dar cor a eles, de forma natural, pois quando se carrega demais nestes cílios, o efeito fica artificial.

O exagero nos cílios inferiores causa um efeito artificial (Foto: Divulgação)

Exagerar nas camadas

É um erro bastante comum exagerar nas camadas de rímel. Muitas mulheres fazem isso, imaginando que os cílios irão ficar espessos e volumosos, do jeitinho que elas querem. O problema é que eles acabam muito grossos e isso pode comprometer a fixação do produto. Isso sem contar as partículas de pó que se acumulam e ficam caindo no rosto, manchando a pele e contribuindo para o famoso “olho de panda”. Duas ou três camadas, no máximo, já são suficientes. Além disso, é importantíssimo esperar que cada uma delas seque, totalmente, antes de aplicar a próxima.

Leia Também:  5 modelos de vestido para afinar a cintura

Não cuidar do rímel

Basta um mergulho do pincel, dentro do tubinho (Foto: Divulgação)

Para finalizar nossas dicas, vale dizer que não adianta nada querer efeitos maravilhosos nos cílios, se não se sabe como cuidar do rímel. Para que ele surta o efeito desejado, é preciso que estejam sempre molhados e com fina espessura. É um erro ficar mergulhando e retirando o pincel dentro da embalagem, constantemente, pensando que isso irá deixá-lo com mais produto. Este hábito faz com que bolhas de ar entrem no tubinho e o rímel acabe secando. O ideal é mergulhar apenas uma vez e retirar o excesso do pincel, antes de aplicá-lo nos cílios.

Saiba como escolher o seu: Como escolher o melhor rímel

Veja como o rímel pode alongar os cílios: Técnicas para alongar os cílios

Top