Envelhecimento da Pele: Como Frear e Amenizar os Efeitos do Tempo

  A palavra envelhecimento às vezes pode causar um certo receio, visto que, as pessoas em geral, buscam a juventude, mesmo como o passar…

Por Redacao em 30/06/2011

 

A palavra envelhecimento às vezes pode causar um certo receio, visto que, as pessoas em geral, buscam a juventude, mesmo como o passar dos anos, afinal, quase ninguém deseja envelhecer, mas sempre estar com vigor, força e beleza.

Porém, sabemos que o tempo não para, e conforme os anos vão passando, o corpo passa a sofre alterações, e a pele acaba por expressar bem isso, pois o envelhecimento a afeta, fazendo com que perca o brilho, elasticidade, deixando rugas e sinais de flacidez na cútis.

No entanto, o que contribui para isso, não pode ser apenas atribuído ao tempo que passa, mas também, a outros fatores, como por exemplo, o sol, a exposição demasiada, faz com que se aumente o processo de envelhecimento da pele, permitindo que pareça que a pessoa até mesmo tenha mais idade que a sua real.  Isso é notado quando surgem as manchas, aspereza, rugas e casquinhas, que dão um aspecto de mais idade a pessoa.

Infelizmente, não há como parar o tempo, mas, hoje são apresentados inúmeros tratamentos que podem até mesmo retardar o envelhecimento da pele, de modo a preservá-la em toda a sua integridade jovial, mas claro que são  preciso muitos cuidados nesse campo para uma boa escolha.

Vale então saber como é a pele e o que acontece com a ela no transcorrer do tempo. Note cada aspecto relacionado a cútis e tire o Maximo de proveito para mantê-la jovialmente bela.

Primeiramente, a pele é formada por camadas denominadas epiderme, que é a externa, visível, a derme, que mantém a epiderme através do colágeno, fibras e a queratina, e finalmente a hipoderme, a mais profunda, que guarda a energia e estabilizam os órgãos e também serve como protetora térmica  corporal . 

Dentro dessa formação, a pele superficial, que é a derme, com o decorrer do tempo, passa a sofrer descamação, e com  a ausência dos hormônios, que vão deixando de ser fabricados, a cútis fica bem seca, porque também  perde  o gel coloidal, o que indica que não retém mais água nas células e deixa de compor fibras de colágeno e elastina, que revigoram a beleza da pele.

Já a hipoderme, que é a camada mais profunda, passa a reduzir-se, e fragilizando-se fica fina, e causando a falta de conservação da firmeza e elasticidade da mesma, conduzindo a uma instabilidade. Em decorrência disso, a parte dos vasos sanguíneos acaam por não mais oxigenar eliminando as toxinas encontradas no corpo, e também perde a capacidade de produzir enzimas de nutrição e renovação nas células.

Com o passar dos anos, a pele i´ra apresentar marcas que vão aumentando conforme a idade, isto quer dizer que quando a pessoa está na fase de adolescência, surgem as espinhas, as famosas acnes, que já mostram sinais de que a cútis está amadurecendo.

Na fase dos vinte anos,  a pessoa passa apresentar sinais leves de expressão,que já indicam um certo envelhecimento, principalmente na região dos olhos e lábios, de forma discreta, é claro.

Com trinta anos de idade, a pessoa passa a ter rugas, pois perde nessa época, fibras de elastina, devido a redução da densidade da pele, atingindo o rosto de modo geral, mas a renovação das células são notadas ainda que de maneira suave.

Quando se atinge as idades de 40 a 50 anos, ocorre uma baixa no nível de produção de hormônios, que afeta tanto a pele, que esta passa a não mais ter fibras e elasticidade como antes, há também uma irregularidade na renovação celular, causando a falta de hidratação natural, ocasionando perda de densidade e firmeza da pele.  

Depois dos sessenta anos, a pessoa é acometida por rugas bem visíveis, a pele fica bem fina e sem hidratação.

Como já mencionado, o sol, é um perigo quando a pessoa fica exposta a ele sem proteção de filtro solar, isto causa o fotoenvelhecimento. E no transcorrer do tempo, as células que produzem a cor, tonalidade, da pele, são perdidas a cada ano, e com isso, algumas delas acabam formando pintas escurecidas, e manchas na cútis.  

Como parar os danos causados através do tempo? Quem está interessado em cuidar da pele, precisará evitar os cigarros e as bebidas alcoólicas, pois estas deixam marcas profundas nas pálpebras , bochechas e ao redor da boca. Quem fuma, já possui marcas fortes na pele, rugas perceptíveis. E para os que bebem, produzem mais radicais livres, que causam oxidação nas células tornando envelhecimento precoce.

O correto é tomar banho de sol pela manhã, até as 10h, usando filtro solar. Ter uma alimentação equilibrada, com verduras, legumes e frutas. Ingerir água, pois está hidrata bem o organismo, levando para as células os nutrientes. Usar cosméticos indicados por dermatologistas, para atuar contra as rugas.  

Assim, busque sempre o melhor para ter uma pele jovem e saudável, mesmo que o tempo queira exatamente o contrario, e seja feliz com a autoestima acima das expectativas! 

Top