Entre em Forma em 2016 – Sete Dúvidas sobre Remédios para Emagrecer

Entre em Forma em 2016 – Sete Dúvidas sobre Remédios para Emagrecer

Redacao 06/10/2015 Bem Estar

Entre em forma em 2016 – sete dúvidas sobre remédios para emagrecer: Se você quer ficar com um perfeito neste verão, confira este artigo até o final, pois temos várias dicas que podem te ajudar neste momento importante que envolve estética e muita saúde. Separamos aqui 7 dicas importantes sobre os remédios que prometem o emagrecimento rápido e saudável,  o que nem sempre é possível – ainda que seja produtos naturais.

Entre em Forma em 2016 - Sete Dúvidas sobre Remédios para Emagrecer (Foto Ilustrativa)

Entre em Forma em 2016 – Sete Dúvidas sobre Remédios para Emagrecer

Para que você entre em forma em 2016 – sete dúvidas sobre remédios para emagrecer você deve pesquisar bem cada remédio indicado e fazer um reflexão sobre se realmente vale a pena ou não, além disso, um médico especialista pode te orientar melhor sobre esses componentes.

Leia mais informações sobre:  REMÉDIOS MAIS VENDIDOS PARA EMAGRECER

Dúvidas comuns

Sete coisas que você precisa saber antes de tomar remédios para emagrecer. Neste primeiro subtítulos, separamos os dois primeiros itens importantes. A maioria das mulheres almeja um corpo escultural, e as vezes apelam para o “remédio milagroso” para conseguir tal “sonho”. Porém existem algumas dúvidas, que serão esclarecidas aqui.

Remédio não deve ser consumido em qualquer idade (Foto Ilustrativa)

Qualquer pessoa pode tomar remédios para emagrecer? Não. Primeiro, há uma idade mínima para o uso de medicamentos para perda de peso, e esta idade pode variar conforme o tipo de medicação que poderá ser usada. Também existem medicações que não são recomendadas para pessoas com hipertensão, com doenças cardíacas ou que estejam usufruindo de certos medicamentos que impossibilitam o uso de emagrecedores.

É como um droga?

Esses medicamentos podem causar dependência? Sim. São encontrados alguns remédios com grande potencial de dependência, como por exemplo, os derivados de anfetamínicos, porém há aqueles que tem menor ou quase nenhuma chance de dependência, como a sibutramina.

Cada pessoa tem um tempo de medicação (Foto Ilustrativa)

Durante quanto tempo pode-se tomar esse tipo de medicação? Na verdade o tempo varia conforme a necessidade de cada pessoa. Quanto mais obesa for a pessoa, mais tempo ele precisará utilizar a medicação. As anfetaminas podem ser tomadas, por no máximo 3 meses. Porém não é muito recomendada, pois elas levam a perda de peso brusca e não naturais.

Diferentes remédios

Quais as diferenças existentes entre os remédios para emagrecer?
Existem dois tipos: Os anorexígenos, que são representados pelos derivados de anfetamina, como a anfepramona, o femproporex e o mazindol; E os do tipo sacietógenos, que provocam a sensação de saciedade, como a sibutramina, e algumas medicações do tipo “off the label”, traduzindo, sem evidências cientificas comprovadas, como por exemplo, a sertralina, a fluoxetina, a metformina e o topiramato.

Como identificar se um remédio é seguro e eficaz? A única forma para isso é consultar um bom médico endocrinologista, de preferência alguém que possa explicar com calma as vantagens e riscos de cada tratamento. Quais os efeitos colaterais mais comuns desse tipo de medicamento? Cada grupo de medicamento tem seus diferentes tipos de efeitos colaterais diferentes, vai desde boca seca, palpitações, constipação intestinal, hipertensão e tontura, que são os mais freqüentes, há também os menos freqüentes, porém mais graves como por exemplo, depressão gravem síndrome do pânico, transtorno bipolar, arritmias cardíacas, acidente vascular cerebral (mais comuns com o uso de derivados anfetamínicos) e infarto agudo miocárdio.

Leia mais informações sobre: Medicamento que emagrece sem efeitos colaterais pode

Remédio para quem já está na dieta

Por que fazer dieta se estou tomando remédio para emagrecer? Esse tipo de medicamento deve ser encarado como um facilitador das mudanças de hábito alimentar, à perda e até a manutenção de peso. Se a pessoa não adquirir a uma dieta e reeducar sua alimentação e nem fazer exercícios físicos, certamente todo o peso que ela perdeu tomando o remédio retornará quando o mesmo for suspenso.

Remédio só combina com uma dieta se orientado por especialista (Foto Ilustrativa)

O remédio tem como intuito abrandar a ansiedade e, em outros casos, para estimular o início de um programa de atividade física. Não existe remédio que “queima gordura”, o único que fazia isso, o Rimonabant, foi recentemente retirado do mercado, pois foi descoberto que o mesmo podia causar depressão e até mesmo tentativas de suicídio.

Bom são essas as respostas que temos para as dúvidas mais comuns sobre os remédios para emagrecer. Eles possuem seus “prós e contras”, porém a melhor maneira que existe para a perda de peso saudável, é uma dieta balanceada acompanhada de exercícios físicos, e de preferência, indicados por um profissional. E você, toma ou tomaria remédio para emagrece? Cuidado!

Outros artigos

Câmera Digital Nikon: preços, onde comprar

21/11/2012

Câmera Digital Nikon: preços, onde comprar

Atualmente, as câmeras digitais Nikon são as melhores que existem no mercado, tanto quando se fala em resolução como em qualidade de luz e efeitos de captação de det...

Câmeras Digitais Sony Lojas Americanas

18/10/2010

Câmeras Digitais Sony Lojas Americanas

  A Sony é uma empresa em que comercializa diversos produtos, videogames e também câmeras digitais de qualidade em que são a grande preferência de quem busca...

Primeiro emprego para 2017

24/11/2016

Primeiro emprego para 2017

A busca pelo primeiro emprego é uma realidade para muitas pessoas. Em 2017, alguns estarão empenhados nessa conquista. O grande obstáculo para quem está nessa batalh...