Entenda porque dieta pode engordar e virar transtorno alimentar

Redacao 14/01/2015 Notícias

Entenda porque dieta pode engordar e virar transtorno alimentar. Um grande número de pessoas faz dietas, algumas até mesmo vivem em dieta e nem sabem mais o que é comer normalmente sem restrições. O problema é que tem sido constatado que dietas além de trazerem a grande possibilidade de engordar mais ainda ou perder o peso mas recuperá-lo rapidamente, elas podem se transformar em transtornos alimentares como bulimia ou anorexia.

Entenda porque dieta pode engordar e virar transtorno alimentar - Não é difícil de encontrar alguém que esteja sempre fazendo dieta mas nunca emagrece (Foto: Divulgação)

Entenda porque dieta pode engordar e virar transtorno alimentar

Entenda porque dieta pode engordar e virar transtorno alimentar. A grande maioria das dietas consiste em cortar alimentos que são fontes de carboidratos e gordura, porém isso faz com que o corpo diminua o metabolismo e o cérebro fique com mais “vontade” de procurar comida, o que pode levar a engordar. Essa é a tese da conceituada nutricionista francesa Sophie Deram que vive no Brasil atualmente. Doutora em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo) e autora do livro “O Peso das Dietas – Emagreça de forma sustentável dizendo não às dietas!” leva em conta os estudos mais recentes sobre dietas.

A compulsão por comer, não comer ou comer e vomitar pode ser resultado de uma vida de dietas muito restritas (Foto: Divulgação)

Entre os estudos, ela cita um da Universidade de Helsinque, na Finlândia, publicado em março de 2012 no periódico International Journal of Obesity, no qual cientistas investigaram o ganho de peso em mais de 2.000 pares de gêmeos por 25 anos. A pesquisa concluiu que o gêmeo que fazia dieta engordava mais do que o irmão que comia sem restrição, mesmo os dois tendo a mesma propensão genética a ter doenças.

Como emagrecer da forma certa

Segundo Deram é possível emagrecer de uma forma correta sem fazer uma “dieta” mas ainda assim equilibrando a alimentação. O primeiro passo é entender a causa do ganho de peso, que pode ser por alta ingestão calórica ou por problemas hormonais, estresse físico e psicológico ou por uso de medicamentos. O ideal nestes casos é procurar um endocrinologista e depois alinhar uma dieta com um nutricionista.

Existem diversas maneiras de emagrecer sem fazer dietas (Foto: Divulgação)

O segundo passo é “ensinar” o cérebro que basta um pedaço de chocolate, não a barra inteira, para satisfazer a vontade. Isso pode ser feito diminuindo as porções de alimentos que contêm gordura e açúcar — os alimentos preferidos do cérebro por causarem sensações praticamente instantâneas de bem-estar.

O terceiro passo, ensina Deram, é não deixar de comer carboidratos, mas diminuir as porções encontradas principalmente em alimentos doces. Segundo a nutricionista, o brasileiro come uma quantidade maior de alimentos açucarados (14% das calorias da dieta) do que o recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde), que é de menos de 10% das calorias da dieta. Entre os adolescentes brasileiros, o consumo é ainda maior, 15% das calorias ingeridas na dieta vêm dos doces.

Ter uma alimentação balanceada e uma vida saudável pode ser um dos melhores caminhos para ficar em forma (Foto: Divulgação)

Sem falar é claro da prática de exercícios e a importante presença das frutas, legumes e verduras no cardápio diário. Vida equilibrada e alimentação equilibrada são o caminho para emagrecer da forma certa. Por isso é importante que você entenda porque dieta pode engordar e virar transtorno alimentar, a restrição presente nesses regimes alimentares tem uma grande tendência em se tornar um transtorno alimentar. Seja pela pessoa ficar obcecada em não comer nada que engorde (anorexia) ou coma e se sinta culpada em ter saído da dieta e adote medidas radicais para “colocar para fora” antes que o corpo absorva (bulimia), entre outros transtornos alimentares que existem e trazem inúmeros malefícios.

Outros artigos

Acompanhamento para açaí: dicas

04/07/2014

Acompanhamento para açaí: dicas

De acordo com um trabalho publicado no periódico americano Journal of Agricultural and Food Chemistry, que reuniu cientistas de sete instituições do Canadá e dos Est...