Entenda o significado da dor

Entenda o significado da dor Todos nós sentimos dor. Seja por uma topada do dedinho do pé na beirada da cama, seja por um…

Por Editorial MDT em 01/11/2011

Entenda o significado da dor

Todos nós sentimos dor. Seja por uma topada do dedinho do pé na beirada da cama, seja por um amor perdido. Mas, por que sentimos dor?

Essa sensação desagradável é, na verdade, um mecanismo de defesa do nosso organismo. É como se nosso corpo nos dissesse “não”. Não coloque o dedo no fogo, não coloque a mão no vidro quebrado, não corra, pois você pode cair e ralar o joelho. A dor nos faz ter noção do que podemos e não podemos fazer.

Quantas pessoas, após sentir uma grande dor de dente, começam a cuidar melhor da escovação? A dor é sentir na pele aquela voz de “não faça isso ou não faça aquilo”.

Existem algumas, porém poucas, pessoas no mundo que não sentem dor. Devido a isso seus corpos são cheios de cicatrizes, não sentem o quente nem o frio e se machucam sem doer. Assim, o organismo dessas pessoas sofre por não entender os limites.

Ficar em pé o dia todo faz com que suas pernas doam. É que ficar em pé o dia todo faz mal para a saúde da circulação das suas pernas. Esse é o mecanismo que nosso corpo tem para nos proteger. É melhor respeitá-lo.

Mas não para por aí. Se pensarmos que algumas doenças, por exemplo a apendicite, nos levam ao médico devido a intensa dor que sentimos. Se não fosse a dor, acabaríamos sem procurar socorro e isso poderia ser fatal. Quando sentimos uma dor, é o nosso corpo tentando avisar de que há algo de errado acontecendo.

Como ocorre a dor

Dor é uma sensação desagradável, criada por um estímulo que nos faz mal, e que atinge o sistema nervoso central por meio de receptores.

Nós possuímos receptores na pele, que percebem quando um estímulo pode nos fazer mal, por exemplo, encostar a mão em um ferro quente. Assim, nosso organismo, ao entrar em contato com algo nocivo, libera algumas substâncias que vão para o cérebro. Chegando lá, este interpreta o sinal dando a resposta como a sensação de dor. Para que possamos nos afastar daquilo que nos prejudica.

Mas existe algo muito curioso. Se furar o dedo com uma agulha dói, imagine machucar o corpo todo? Nosso organismo tem um limite para a sensação de dor. Quando sofremos lesões muito extensas, nosso próprio organismo libera substâncias para combater a sensação dolorosa.

Rir é o melhor remédio

Existem estudos que mostram que quando rimos podemos diminuir a intensidade da dor devido à liberação de substâncias, como a endorfina, que neutralizam o sinal doloroso quando chegam ao cérebro.

No caso do riso, parece que a liberação da substância ocorre por causa do esforço muscular repetido e involuntário que fazemos quando a expiração não é seguida da tomada de fôlego. Quando expiramos ficamos cansados e isso leva à liberação das endorfinas. Mas isso só vale para aquele riso relaxado, não o forçado. Pois é, rir realmente parece ser um remédio para a dor.

Top