Entenda o que é a febre Chikungunya

Entenda o que é a febre chikungunya, uma doença que tem se tornado cada vez mais presente no Brasil. O vírus é transmitido pelo…

Entenda o que é a febre chikungunya, uma doença que tem se tornado cada vez mais presente no Brasil. O vírus é transmitido pelo mesmo mosquito causador da dengue, o aedes aegypti. Nessa matéria, você irá conhecer as causas, sintomas, os cuidados necessários e as formas de prevenção.

Entenda o que é a febre Chikungunya. (Foto: Divulgação)

No início desse mês, o Ministério da Saúde publicou um levantamento mostrando que o número de brasileiros diagnosticados com a febre chikungunya subiu para 1.364. Vale lembrar que a contagem foi feita considerando apenas os diagnósticos registrados até o dia 15 de novembro. Os casos foram notificados principalmente nos estado de Amapá, Bahia, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Entenda o que é a febre chikungunya

A febre chikungunya é causada por um vírus CHIKV, que por sua vez, é transmitido pela picada do mosquito aedes aegypti ou aedes albopictus. O seu nome é um tanto complicado porque vem de um idioma africano e significa “aqueles que se dobram”. O nome faz menção ao fato de que as pessoas, acometidas pela enfermidade, dobram o corpo de tanta dor.

Leia também: Entenda a diferença da Dengue e Febre Chikungunya

Causas da febre chikungunya

Para que você entenda o que é a febre chikungunya, é importante entender a causa da doença, que se encontra no ciclo de transmissão. Nesse processo, a fêmea do mosquito deposita os seus ovos em recipientes com água parada. As larvas saem dos ovos, vivem na água por em média sete dias e, depois, se transformam em mosquitos. Esses insetos estão prontos para picar as pessoas.

Leia Também:  Livro com dicas de maquiagem Alice Salazar

Sintomas da febre chikungunya

Febre alta é um dos sintomas. (Foto: Divulgação)

As pessoas infectadas pelo vírus CHIKV apresentam sintomas típicos, tais como: febre alta, dor nas articulações, dor nas costas, dor de cabeça, erupções cutâneas, fadiga, náuseas, vômitos e mialgias. Os sinais do contágio costumam se manifestar entre quatro e oito dias a partir da picada do mosquito.

As manifestações da doença são bem semelhantes à dengue, mas vale lembrar que a febre chikungunya não possui uma versão hemorrágica. O índice de mortalidade também é considerado baixo.

A doença também causa dores nas articulações. (Foto: Divulgação)

Cuidados necessários

Assim que os primeiros sintomas forem identificados, é necessário procurar ajudar médica. A febre chikungunya pode ser diagnosticada através de testes sorológicos. Não há um tratamento específico para curar a doença viral, mas os sintomas podem ser aliviados e controlados com analgésicos e soro.

O paciente deve tomar bastante líquido para manter o seu corpo hidratado. Ele também deve evitar a automedicação, já que determinadas drogas podem agravar os sintomas.

O paciente deve manter o seu corpo hidratado. (Foto: Divulgação)

Como prevenir?

Medidas simples podem evitar a formação de focos do aedes aegypti, como não deixar água acumulada em garrafas e pneus, colocar areia nos vasos de plantas, limpar as calhas, colocar telas nas janelas e usar repelentes.

É importante que você entenda o que é a febre chikungunya, mas que também coloque em prática as medidas de prevenção e conscientize os seus vizinhos.

Top