Ensino Médio deveria ter pelo menos 2 milhões de alunos, diz Inep

O ensino médio deveria receber, todos os anos, um apontador de, pelo menos, 2 milhões de estudantes, segundo um levantamento realizado pelo Inep (Instituto…

Por Editorial MDT em 21/04/2012

Professores afirmam que muitos são aprovados sem aprender para que estes relatórios melhorem.

O ensino médio deveria receber, todos os anos, um apontador de, pelo menos, 2 milhões de estudantes, segundo um levantamento realizado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O balanço mostra que, no passado, 8,4 milhões de estudantes frequentaram a fase.

“A estimativa é que a situação de equilíbrio da matrícula esteja em torno de 10,4 milhões de alunos, que corresponde à população na faixa etária de 15 a 17 anos, contra os atuais 8,4 milhões de matriculados”, afirma o resumo técnico do Censo Escolar 2011.

O acréscimo de matrículas no ensino médio, todavia, por si só, não basta. Os especialistas do Inep que organizaram as análises do levantamento destacaram que é necessário aprimorar o fluxo escolar no ensino fundamental para assegurar a ampliação, já que essa é a etapa responsável pela demanda ao ensino médio.

O desafio de assegurar a aprendizagem na idade é declarado, por exemplo, pela média de idade dos estudantes que terminam o ensino fundamental: 15,2 anos no ano passado. A decorrência já é melhor do que em 2002, quando a média de idade dos estudantes da 8ª série era de 18,8 ano.

As matrículas por idade do aluno ainda não foram noticiadas pelo órgão, mas estima-se que, entre 8,4 milhões de alunos matriculados nesta etapa estejam fora da idade ideal.  Em 2010, mais 34,5% dos 8,3 milhões, matriculados no ensino médio, estavam irregulares.

“Historicamente, o sistema educacional brasileiro foi pouco eficiente em sua capacidade de produzir aprovados e, consequentemente, concluintes na idade correta. No entanto, a tendência atual mostra aumento no número de alunos que conseguem ultrapassar os anos iniciais do ensino fundamental”, diz o relatório do Inep.

Segundo o censo, o percentual de estudantes mais velhos do que deveriam matriculados no ensino fundamentou desabou de 20% em 2000 para 3,9% no ano passado. Professores afirmam que, muitos são aprovados sem aprender para que estes relatórios melhorem. Ainda segundo o levantamento, a população  brasileira entre 6 e 14 anos é de 29.204.148 e, no ensino fundamental, há 30.358.640 estudantes..

Top