Enjoo durante gravidez: dicas para evitar

A gravidez é um momento mágico, entretanto, nem tudo pode ser tão maravilhoso quanto parece. Durante o período gestacional ocorrem várias mudanças no corpo…

As náuseas são bastante comuns no início da gestação

A gravidez é um momento mágico, entretanto, nem tudo pode ser tão maravilhoso quanto parece. Durante o período gestacional ocorrem várias mudanças no corpo da mulher e as alterações hormonais podem resultar em enjoos, especialmente no início da gravidez, que se acentua devido ao aumento fisiológico na produção de saliva. Confira algumas dicas simples de como evitar as náuseas ou, pelo menos, amenizar esse mal-estar.

Conheça alguns sucos que ajudam a combater os enjoos durante a gravidez.

Gostos e cheiros fortes

Todo alimento de gosto acentuado, bem como qualquer substância com odor forte é capaz de piorar as náuseas. Por isso é recomendado evitar o consumo de alimentos como jaca, café, feijoada, carne seca e qualquer outra comida com gosto ou cheiro forte, bem como é preciso ter bastante moderação no uso de perfumes.

Comer a cada três horas

Cultivar o hábito de comer de três em três horas é uma medida bastante simples, que serve tanto para acostumar o organismo a receber alimento em horários pré-estabelecidos, como também acaba prevenindo os exageros nas principais refeições. O recomendado é ingerir, a cada três horas, pequenas porções de frutas, barras de cereal, saladas, iogurte ou outros alimentos leves e de fácil digestão.

Quanto menos comida tiver no estômago, mais rápido será o processo digestivo e o estômago se esvaziará mais aceleradamente, diminuindo as chances da gestante sofrer refluxo, gastrite e inclusive náuseas.

Alimentação leve e fracionada é indicada para diminuir o enjoo

Líquidos durante as refeições

É necessário tomar alguns cuidados com a dieta de quem sofre com enjoos, pois, além de ser fracionada, também deve ser seca. Isso significa que molhos, caldos e sopas devem ser evitados durante o início da gestação, quando esse sintoma é mais comum.

Leia Também:  Síndrome de Burnout: o que é?

O estômago da gestante leva mais tempo do que o habitual para se esvaziar, e o ato de ingerir líquidos durante as refeições resulta num bolo alimentar ainda maior, que levará mais tempo para ser digerido.

Atividade física

Praticar exercícios leves, como caminhadas, pedaladas e alongamentos, favorece a digestão e ainda alivia o estresse emocional. Alguns hormônios, como as endorfinas, são liberados na corrente sanguínea ao se realizar atividades prazerosas, e resultam na melhora da disposição, do raciocínio e ainda ajudam no alívio das dores.

Descansar é necessário

Alguns fatores psicológicos, como ansiedade e estresse, também podem estar envolvidos na gênese dos enjoos. A melhor maneira de combater esses agentes é através de repousos periódicos. Outro benefício do descanso é que, nessas situações, o corpo consegue desviar o fluxo sanguíneo para manter as funções vitais do organismo, como, por exemplo, acelerar o processo digestivo.

O descanso diminui o estresse e melhora o processo digestivo

A boa notícia é que esse problema, tão incômodo, costuma desaparecer por volta da 12ª semana de gravidez, quando o corpo da mulher se acostuma com as mudanças ocasionadas pela gestação. Entretanto, seguir as dicas é uma boa maneira de lidar com a situação e esperar até que os sintomas desapareçam.

Confira alguns mitos e verdades sobre o enjoo.

Top