Enchentes na Tailândia já deixaram 366 mortos

Nesta segunda-feira, autoridades aumentaram para 366 o número de mortos deixados pela constante inundação na Tailândia. Muitas regiões do país como a de Bangcoc…

Nesta segunda-feira, autoridades aumentaram para 366 o número de mortos deixados pela constante inundação na Tailândia. Muitas regiões do país como a de Bangcoc começam a ser afetadas.

Também foi apontado que a maioria dos canais que passam pela capital anotava altos níveis de capacidade, embora tenha reduzido o fluxo de água que abastece as 28 cidades do país, que permanecem parcialmente alagadas.

A empresa aérea Nok Air pendurou todas as operações do aeroporto Don Muang de Bangcoc, até o dia primeiro de novembro, pois, a água chegou ao setor norte do edifício, afirmou Patee Sarasin CEO da empresa.

No entanto, o governador de Bangcoc, Sukhumbhand Paribatra, apontou que era incerto que toda a capital fosse afetada e necessitou que o maior risco incide sobre sete das 50 cidades da nação. A finalidade do comando tailandês é evitar que Bangcoc, responsável por mais de 40% do PIB (Produto Interno Bruto) do país, também seja alagada.

O número de pessoas desabrigadas pelas enchentes, as mais graves na Tailândia em 50 anos, chega a 2,5 milhões, fora os nove milhões que foram afetados.

Top