Em jogaço, Grêmio vira para cima do Flamengo no Olímpico Em jogaço, Grêmio vira para cima do Flamengo no Olímpico

Em jogaço, Grêmio vira para cima do Flamengo no Olímpico

Em um jogo eletrizante, o Grêmio derrotou o Flamengo de virada por 4 a 2, neste domingo, no estádio Olímpico. Empurrados por um batalhão…

Por Redacao em 31/10/2011

Com uma boa atuação, André Lima marcou duas vezes e ajudou o Grêmio a bater o Flamengo

Em um jogo eletrizante, o Grêmio derrotou o Flamengo de virada por 4 a 2, neste domingo, no estádio Olímpico. Empurrados por um batalhão de gremistas, os jogadores do Grêmio se superaram em campo e reverteram o placar de 2 a 0, obtido pelo Flamengo ainda no primeiro tempo, com gols de Deivid e Thiago Neves. André Lima, em uma tarde inspirada, marcou dois e deu início à reação tricolor. Douglas e Miralles, com um golaço, ampliaram para o clube gaúcho.

A vitória teve um sabor especial para a torcida gremista, que encarava o duelo como uma guerra contra Ronaldinho, revelado pelo Grêmio, e que agora defende as cores do Flamengo. Com faixas, músicas e muita vaia, Ronaldinho foi perseguido e não conseguiu decidir o jogo a favor dos cariocas.

Primeira etapa lá e cá no Olímpico

Mesmo com todo o clima contrário criado pela torcida gremista, foi de Ronaldinho Gaúcho a primeira grande chance de gol no jogo. Aos dois minutos, o craque rubro-negro cobrou falta com precisão, Victor espalmou e a bola ainda bateu na trave.

A resposta do Grêmio foi imediata. Três minutos depois, o meia Douglas dominou dentro da área e finalizou com força, mas Felipe bem colocado evitou o gol gremista.

A partida seguia bastante movimentada em Porto Alegre. Aos 11 minutos, Deivid perdeu oportunidade clara para balançar as redes. Depois de um excelente passe de Ronaldinho, o atacante saiu na cara do goleiro Victor, mas finalizou mal e mandou a bola para fora.

Seis minutos mais tarde, Felipe fez um verdadeiro milagre e salvou o Flamengo. O ataque gremista trocou passes dentro da área, a bola chegou até Douglas, que fintou o zagueiro e finalizou para excepcional defesa do goleiro flamenguista.

Enquanto Felipe garantia lá atrás, o atacante Deivid resolveu decidir na frente. Aos 24, o ataque rubro-negro foi mortal. Thiago Neves deixou Deivid na cara do goleiro Victor e, desta vez, o atacante não perdoou: 1 a 0 Mengo.

O Grêmio se refez depois do gol sofrido e voltou a ameaçar os flamenguistas aos 32. Julio César fez jogada individual pela esquerda, invadiu a área e finalizou para mais uma defesa de Felipe. Porém, na sequência, o Flamengo foi fatal novamente e ampliou o placar. Léo Moura entrou na área pelo lado direito e rolou para Thiago Neves. O meia finalizou, de perna direita, a bola ainda desviou no gremista Fernando e tirou o goleiro Victor do lance.

Para deixar a partida ainda mais emocionante, o Grêmio diminuiu no fim do primeiro tempo. Mario Fernandes escorou para André Lima, que, dentro da área, finalizou com precisão para vencer o goleiro Felipe.

Imortal, Tricolor vira a partida com dois golaços

O segundo tempo começou eletrizante no Olímpico. Logo aos três minutos, André Lima fez um lindo gol e empatou o jogo para o Grêmio. O atacante dominou na intermediária, colocou a bola por entre as pernas de Renato e finalizou com categoria no cantinho esquerdo do gol de Felipe: 2 a 2 no Olímpico.

Depois do gol de empate, o Grêmio se animou e foi com tudo para cima do Flamengo. Com Douglas e Escudero ligados no jogo, André Lima era bastante acionado no comando do ataque e atormentava a vida dos zagueiros rubro-negros. Com uma postura um pouco mais defensiva, o Flamengo apostava nas jogadas individuais de Thiago Neves e Ronaldinho. Bem marcado pela defesa gremista, Ronaldinho encontrava poucos espaços para criar.

Aos 30, Escudero teve tudo para marcar o terceiro gol gremista, mas perdeu gol feito. Douglas lançou para o meia argentino, que saiu na cara do goleiro Felipe, mas se atrapalhou na hora da finalização e jogou a chance de ouro para fora.

Melhor em campo, o Grêmio virou o jogo aos 35. Douglas dominou dentro da área, fintou o zagueiro e bateu com classe no canto do gol de Felipe: 3 a 2 Tricolor.

Quatro minutos mais tarde foi a vez de o argentino Miralles marcar um golaço e dar números finais ao jogo. O atacante recebeu na intermediária, se livrou do marcador e finalizou colocado no ângulo do gol flamenguista.

Top