Efeito pátina: como fazer, dicas, fotos

A palavra “pátina”, em italiano, quer dizer “envelhecido”. Com ela, é possível restaurar móveis, objetos ou mudar o visual das paredes, dando a eles um aspecto de envelhecimento, porém com muito charme. É possível fazer isso em casa, com alguns materiais simples. Para começar, faça a experiência usando algum objeto pequeno ou um móvel que seria descartado. Aprenda a fazer o efeito pátina em casa, com duas técnicas simples.

Ao fundo, armário com pátina (Foto: Divulgação)

Fazendo pátina com vela

Esta é a técnica mais simples para se fazer pátina. O uso da vela consiste em dificultar a aderência da tinta em algumas partes do objeto, na hora da pintura. Ao final do trabalho, você deverá passar lixa sobre a pintura e, onde havia vela, irá ficar sutilmente exposta a camada da tinta de base. Tomemos como exemplo a imagem abaixo, com pátina provençal, feita em baú.

Materiais:

– lixa 220 para madeira

– tinta acrílica na cor desejada (no exemplo, é a branca)

– uma vela (ou cera de artesanato)

– verniz à base d’água (pode ser, também, em spray)

– trincha (pincel)

Importante: se você deseja manter a cor original do objeto, como base, basta usar a tinta branca, sobre ela. Caso o objeto tenha uma camada de verniz, será necessário, antes, lixá-lo. Você também pode usar outra cor de base (azul, vermelho, etc). Neste caso, será preciso aplicar até duas demãos de tinta e, somente após a secagem completa, aplicar a vela e a tinta branca. Após observar tudo isso, faça o seguinte:

Pátina provençal, feita com vela ou cera de artesanato (Foto: Divulgação)

– quebre a vela em um pedaço pequeno e passe-a sobre o objeto, concentrando-a nas partes que você pretende envelhecer mais;

– aplique uma camada de tinta branca. Não é preciso caprichar demais;

– espere a secagem completa (veja instruções no rótulo da tinta);

– agora, passe a lixa, levemente, em todo o objeto. Não aperte demais nas partes normais; você pode concentrar a lixa nas partes onde há vela. Você verá que, nestas partes, a tinta sairá mais facilmente, deixando à mostra a cor de base;

– ao final, limpe bem o objeto e, se achar necessário, aplique uma camada de verniz, para proteger o seu trabalho.

Fazendo pátina com tinta

Aqui, a técnica consiste em imitar a pátina, criando desenhos com a tinta. Siga as mesmas dicas em relação à cor de base e lixamento do objeto, ditas acima.

Materiais:

– lixa 220 (para nivelar a superfície, retirar imperfeições ou tinta antiga)

– tinta acrílica na cor de base escolhida

– tinta acrílica branca

– trincha

– escova de cerdas firmes (pode ser uma escova de lavar)

– verniz à base d’água (para acabamento e proteção da peça)

Pátina, com fundo marrom (Foto: Divulgação)

Passo a passo pátina:

– lixe a peça, removendo imperfeições ou tinta antiga e limpe-a;

– caso tenha escolhido uma cor de base, aplique duas demãos de tinta, esperando o tempo necessário entre elas e a secagem completa, conforme instruções da embalagem;

– agora, vem a parte mais importante: misture 1 parte de água em 3 de tinta branca. Com a trincha, aplique esta mistura no objeto. Rapidamente (antes que seque), posicione a escova num lado do objeto (por exemplo, o esquerdo) e passe-a rapidamente, em direção ao lado oposto (direito, neste caso);

– esta movimentação da escova criará listras sobre a tinta branca, deixando aparecer a cor da tinta de base, formando a pátina;

– é importante que você passe a escova, de um lado ao outro, de uma só vez (ou seja, não pare a escova, no meio da peça, pois isso criará marcas nela);

– se necessário, repita, de uma lado ao outro, formando as listras;

– assim que fizer isso em toda a peça, espere a secagem completa e aplique uma camada de verniz, para protegê-la. Está pronta a sua pátina!

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply