Educação financeira – dicas para sair do vermelho

Hoje em dia, com os diversos produtos a venda e com o incentivo ao consumo, é difícil encontrar quem não tem problemas financeiros. Para…

Por Editorial MDT em 13/02/2012

Sem dinheiro? Então é hora de economizar.

Hoje em dia, com os diversos produtos a venda e com o incentivo ao consumo, é difícil encontrar quem não tem problemas financeiros. Para que você possa se livrar do transtorno de ter a conta bancária no vermelho, ensinaremos como equilibrar seus gastos, com algumas dicas de educação financeira.

Siga as dicas e aprenda a gastar sem dor de cabeça!

• Tenha controle para onde está indo o seu dinheiro utilizando uma planilha de orçamento;

• Estabeleça objetivos dos gastos e os siga;

• Apesar do maior controle, nunca perca seus sonhos;

• Faça uma lista de prioridades de consumo e, após estipule o valor que você pode gastar em cada uma delas;

• Separe suas necessidades no momento, dos seus desejos;

• Seja honesto com você;

Tenha o controle dos gastos adotando uma planilha.

• Observe os seus hábitos e os de sua família, é uma forma mais fácil de identificar onde podem economizar. Saiba que economizar em grupo é sempre mais fácil;

• Estipule um membro da família para assumir a liderança e coordenar os planos dos gastos;

• Ordene as responsabilidades e anote os resultados;

• Compare seus gastos com a média da população. Saiba que é possível achar os dados na Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE, que está separado por despesa e região;

• Prefira sempre o pagamento à vista. Portanto, se não tiver o valor total da mercadoria que deseja obter, opte por não realizar a compra;

• Se controle, ou seja, evite as compras feitas por impulso. Portanto, apenas adquira aquilo que está realmente precisando;

• A melhor época de fazer compras de roupas são as liquidações;

• Faça uma lista de supermercado e restrinja-se a ela;

• Faça de tudo para evitar o desperdiço de alimentos;

• O importante é ser econômico. Controle os gastos com celular, luz, água, energia elétrica, etc.;

• Retire os eletrônicos da tomada quando não estiverem em uso;

• Se possível evite realizar comprar por cartão através de cartão de crédito;

• Diminua a quantidade de cartões de crédito e carregue-os com você somente quando necessário;

Mude os costumes para economizar.

Além de todas essas medidas, é importante você observar e reavaliar seus costumes e comportamento. Por exemplo, analise quantas vezes por mês você sai para jantar ou almoçar fora, reduza os gastos com lazer e tente experimentar marcas mais baratas, tanto de alimentos como de roupas, o que ajudará na contenção dos gastos.

Todas estas dicas ajudarão você a reestruturar suas finanças.

Top