Dores no pescoço: como aliviar

Na grande maioria dos casos, as dores no pescoço surgem repentinamente, dificultando o movimento da cabeça e aumentando, após um período prolongado de descanso.…

Por Editorial MDT em 21/04/2012

Na grande maioria dos casos, as dores no pescoço surgem repentinamente, dificultando o movimento da cabeça e aumentando, após um período prolongado de descanso. A dor pode ser causa por diversos fatores, dentre eles por dormir de mau jeito, queda, pancadas, posição inadequada ao sentar, permanecer na mesma posição durante muito tempo e até mesmo por estresse excessivo.

A dor no pescoço pode ter diversas causas

11 dicas para aliviar as dores no pescoço

  1. Evite o estresse excessivo: Os músculos que estão localizados atrás do pescoço sempre estão tensos para suportar a parte de cima do corpo. Porém quando eles trabalham além do que deveriam, acabam sofrendo contrações constantes, e a dor se torna inevitável;
  2. Tratamento medicamentoso: Existem vários recursos terapêuticos que ajudam a amenizar as dores no pescoço. O paciente pode fazer uso de anti-inflamatórios e relaxantes musculares (somente sob orientação e prescrição médica), ou até mesmo optar por terapias complementares, como a acupuntura e diferentes tipos de massagens;
  3. Não se acostume com a dor: Caso a dor comece a ir para os braços, ou se a pessoa sentir dores fortes como “pinçadas” no pescoço, é muito importante que seja feita uma avaliação minuciosa do problema;
  4. Mantenha o corpo aquecido: Nos dias mais frios, agasalhe-se bem. Evite tomar friagem, pois aumenta as dores;

    A escolha do travesseiro faz toda diferença

  5. Pausas para movimentos: As pessoas que trabalham o dia todo em frente ao computador devem fazer pausas para movimentar os ombros e pescoço. Isso deve ser feito durante alguns minutos, a cada duas horas;
  6. Dirigir: Quem passa horas no trânsito não deve descuidar do pescoço. O cinto de segurança ajuda a manter o encosto da cabeça ajustado ao corpo, mantendo a posição ideal e evitando as dores;
  7. Massagens: São excelentes opções e podem ser associadas ao uso de óleos aromáticos ou anti-inflamatórios para aliviar a dor;
  8. Donas de casa: Devem se habituar, na hora de abaixar ou levantar alguns objetos, de para o fazerem da maneira correta. As forças das pernas devem ser usadas para abaixar ou levantar-se, poupando-se as costas;
  9. Exercícios de relaxamento: É muito importante praticar atividades de relaxamento para a mente e para o corpo. Isso inclui atividade física, hobbies ou até mesmo descansar por um tempo a mais;
  10. Escolha do travesseiro: O indicado é optar por um travesseiro que se encaixe bem entre os ombros e o pescoço. Ou seja, nem muito fino e nem muito grosso. Isso ajuda muito a prevenir o aparecimento das terríveis dores no pescoço;
  11. Quedas ou pancadas: Nesses casos, é muito importante procurar ajuda médica para melhor avaliação, pois podem ocorrer lesões mais graves, com causar danos irreversíveis. 

O cinto-de-segurança ajuda a manter uma postura adequada

As dores no pescoço podem ser causadas por vários fatores, o ideal é preveni-las para que não surjam problemas mais graves. O indicado é procurar um médico especialista para realizar exames complementares e avaliar melhor cada caso, prescrevendo medicação, se necessário.

Top